Últimas Notícias

Maria Eduarda Alexandre conquista dois top-5 no Grand Prix de Brno

Com collant branco com detalhes em azul, Maria Eduarda Alexandre sorri enquanto se apresenta, segurando as maças na cor azul e com base rosa
Foto: Ricardo Bufolin/CBG

 

A jovem de 17 anos, Maria Eduarda Alexandre chegou perto de medalhar neste domingo (16), na disputa do Grand Prix de Brno de ginástica rítmica, na República Tcheca. Ela conseguiu dois top-5 e ficou a apenas décimos de subir no pódio nas maças, na qual foi quarta colocada e no arco, na qual foi a quinta.

Maria Eduarda fechou o individual geral na oitava colocação, somando 118.150. Ela havia ido muito bem no arco, com 34.200 e nas maças, com 31.550, passando para ambas as finais na quarta colocação. Na bola, ela foi a 11ª com 29.200 e na fita, foi apenas a 22ª com 23.200.

Por apenas 0.500, Maria não conseguiu a medalha na final das maças. Ela fez 31.450 após fazer uma linda série ao som de Elvis Presley, mas a israelense Lian Rona, fez 31.950 e ficou com o bronze. O ouro foi da ucraniana Viktorria Onopriienko, com 33.550 e a prata foi da búlgara Elvira Krasnobaeva, com 32.900

Na final do arco, ela foi bem, mais uma vez conseguindo nota alta, cravando a série e fez 33.250, ficando na quinta colocação. O ouro foi da ucraniana Viktoriia Onopriienko, com 35.550. A prata foi da também ucraniana Taisiia Onofriichu, que fez 34.250 e o bronze foi da búlgara Elvira Kranobaeva, que fez 33.850. 


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar