Últimas Notícias

Conjunto do Brasil supera barreira dos 38 pontos e tira a maior nota da sua história em Copas do Mundo

De dourado, quatro ginastas formam um globo com os arcos e uma ginasta fica dentro
Foto: Divulgação/UPAG-PAGU


O conjunto brasileiro brilhou nesta sexta (21), na eliminatória dos 5 arcos da etapa da Milão (ITA) da Copa do Mundo de ginástica rítmica e tirou a maior nota da história do país em Copas, 38.250. Essa é a primeira vez que o Brasil tira mais de 38 pontos seja em Copas ou Mundiais.

Essa nota é apenas 0.600 menor que a maior nota da história das Copas tirada por Israel também nos 5 arcos, também em 2024. O feito brasileiro deixou o país na segunda da prova e uma grande apresentação amanhã na série mista pode garantir ao Brasil seu primeiro ouro no geral - prova olímpica do conjunto - na história dos torneios FIG.

Ao som de "I Wanna Dance With Somebody", o conjunto do Brasil fez o que sabe de melhor e chegou a ter a nota de 37.750, porém, as brasileiras entraram com recurso e a nota aumentou para 38.250. A China lidera com um impressionante 38.450 e a Itália foi a terceira com 37.800.

No individual, Maria Eduarda Alexandre também teve um dia muito bom, com duas notas na casa dos 33 pontos. Ela começou se apresentando no arco com 33.800, ficando na 14ª posição do aparelho e 33.350 na bola, ficando em 9ª na disputa do aparelho, sendo a primeira reserva para a final.

Quem também está participando da etapa de Milão é Samara Sibin, que conseguiu duas notas na casa dos 30, sendo 30.150 no arco, 28ª no aparelho e 30.850 na bola, 22ª nesta prova, ficando com 61.000 por enquanto no individual geral. 

A liderança no individual geral é da alemã Darja Varfolomeev com 72.350, seguida da italiana Sofia Raffaeli, que soma 70.650. 

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar