Últimas Notícias

40 dias para Paris-2024: saiba mais sobre Alison dos Santos, o 'Piu'!



Faltam apenas 40 dias para os Jogos Olímpicos de Paris 2024! O destaque de hoje na nossa contagem regressiva é Alison dos Santos, o Piu! Vamos conhecer um pouco mais sobre o medlahista olímpico e campeão mundial!

Nome: Alison Brendom Alves dos Santos (Piu)

Local e data de nascimento: 3 de junho de 2000, São Joaquim da Barra (SP)

Olimpíadas

  • Tóquio 2020: Bronze (400m com barreiras)

Principais conquistas

  • Campeonato Mundial de Atletismo: ouro (2022, 400m com barreiras)
  • Campeonato Mundial de Revezamentos: prata (2021, 4x400m misto)
  • Jogos Pan-Americanos: ouro (2019, 400m com barreiras)
  • Universíade: ouro (2019, 400m com barreiras)
  • Diamond League: Campeão (2022)

Você sabia?

  • Aos dez meses de idade, Alison sofreu um acidente doméstico com uma panela de óleo quente que deixou uma grande cicatriz em sua cabeça e outras menores no braço esquerdo e no peito. Devido a isso, ele possui uma falha no cabelo que lhe faz aparentar ter mais idade.
  • Teve os primeiros contatos com o atletismo no projeto social do Instituto do medalhista olímpico Edson Luciano.
  • Alison começou treinando salto em altura, mas uma das treinadoras, Ana Fidélis, achou que o biótipo de Piu seria ótimo para provas com barreira.
  • O apelido de Piu? O motivo é a semelhança dele com outro "Piu" da sua cidade natal.
  • O Outro apelido de Alison é 'Gelado', um dos herois do filme 'Os Incríveis', por conta de sua semelhança e pela frieza que ele demonstra em competições.
  • É um gigante de 2m de altura.
  • Atua pelo Esporte Clube Pinheiros e é Sargento da Marinha Brasileira.
  • Logo no seu primeiro Pan, alcançou o quarto melhor tempo do mundo naquele ano nos 400m com barreiras.
  • Acabou com a seca do Brasil ao chegar na final do mundial em 2019, 20 anos depois da última vez, quando Eronilde Araújo realizou o feito.
  • Conquistou o primeiro ouro masculino da história do Brasil em Mundiais, e apenas o segundo ouro de modo geral — o primeiro foi de Fabiana Murer em Daegu 2011.
  • Participou da prova mais rápida da história dos 400 metros com barreiras, com os três medalhistas olímpicos obtendo os três melhores tempos já registrados. Alison passou a ser o terceiro mais rápido de todos os tempos nesta prova, com apenas 21 anos de idade.
  • Quebrou o recorde sul-americano 5 vezes em 2021.
  • Faturou US$ 30 mil (R$ 156 mil) em premiações da Diamond League neste ano.
  • Alison nas horas vagas gosta de jogar video game e gosta de ouvir Taylor Swift

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar