Últimas Notícias

NBB 2023/24 começa com recorde de clubes e imbróglio com a CBB

João Pires/LNB


Começa nesta sexta (13) e termina em junho mais uma edição do NBB (Novo Basquete Brasil), a décima sexta de sua história. E esta temporada 2023/24 começa de forma agridoce. Se esta edição terá recorde de clubes - dezenove no total - e promete intensas disputas para ver quem consegue superar o atual campeão Franca,  a liga vai acontecer pela primeira sem a chancela da Confederação Brasileira da Basquete (CBB).

CBB e NBB iniciaram seus problemas quando em 2022, a CBB colocou a Liga Sorocabana no lugar do Paulistano na liga sul-americana de basquete. As entidades se desentenderam e o caso foi para na justiça. A Liga Sorocabana, no entanto, acabou confirmada na disputa, ao lado de São Paulo, Bauru e Unifacisa como representantes brasileiros. O torneio acabou em dezembro, com título do Bauru.

A CBB não gostou da atitude do NBB e após ameaças, retirou a chancela do campeonato, ou seja, ele não é mais reconhecido como uma campeonato brasileiro de basquete. A CBB anunciou que manterá o seu próprio campeonato brasileiro - que teve o Cruzeiro o último campeão em 2023, mas participantes e as datas não foram definidos até o momento.

O imbróglio entre NBB e CBB já causou o primeiro problema, já que nenhum time brasileiro participará da Liga Sul-americana 2023. Minas, Pinheiros e Paulistano seriam os representantes e a CBB buscava uma vaga para o Cruzeiro, campeão do seu brasileiro. a decisão ainda pode afetar a participação dos clubes brasileiros na Champions League das Américas, que começa em dezembro

O LNB (Liga Nacional de Basquete), que decidiu seguir os moldes da NBA e manter o NBB deforma independente, reiterou que continua aberto ao diálogo com a CBB para o site globoesporte.com:

"A Liga Nacional de Basquete nunca se absteve de dialogar com a Confederação Brasileira de Basketball e segue à disposição para conversar, porque entende que o desenvolvimento do basquetebol nacional passa pelo trabalho conjunto de todos os personagens que fazem parte do ecossistema da modalidade."

 NBB terá recorde de clubes

Apesar dos problemas com a CBB, a  Liga continua um sucesso para os clubes. Nesta edição, serão 19 equipes, com as voltas de Vasco, Botafogo e Mogi. E poderiam ser 20 clubes, mas o Rio Claro acabou pedindo licença por não apresentar condições financeiras para disputar a temporada.

Além deles, estão confirmados Bauru, Brasília, Caxias do Sul, Cerrado Basquete, Corinthians, Flamengo, Fortaleza Basquete Cearense, Franca, Minas, Pato Basquete, Paulistano, Pinheiros, São José, São Paulo, União Corinthians e Unifacisa.

Flamengo e Minas, semifinalistas do último NBB, abrem o campeonato nesta sexta (13) às 20 horas no Maracanãzinho, com transmissão do Canal Goat, FLA TV e Youtube do NBB. 

SporTV, ESPN e TV Cultura continuam transmitindo a liga, que conta com a novidade do Portal UOL, que transmitirá alguns jogos da temporada regular


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar