Últimas Notícias

Brasileiro presidente do IPC dá declaração sobre futuro de Rússia e Belarus faltando um ano para os Jogos Paralímpicos

 

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil



A exatamente um ano da abertura dos Jogos Paralímpicos Paris 2024, Andrew Parsons, presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), falou sobre o futuro da Rússia e Belarus para a disputa do próximo ano. Segundo o dirigente, a decisão sobre os atletas desses países deverá ser respeitada pelos membros. 

A declaração foi dada ao site Insidethegames.

“Qualquer que seja a decisão tomada acho que as pessoas aceitarão por causa do processo democrático que tomamos”. E completou: “Se for suspensão total, suspensão parcial com neutros ou nenhuma suspensão, que são as três opções que apresentamos aos membros, acho que o Movimento Paraolímpico como um todo entenderá isso e trabalhará com seus atletas e com seus governos para fazer certeza de que a decisão será respeitada”.

A decisão sobre o futuro dos atletas da Rússia e da Belarus acontecerá nos dias 28 e 29 de setembro. Os países membros do Comitê Paralímpico Internacional irão se reunir para a Assembleia Geral da IPC, no Bahrein. O presidente reafirmou o respeito sobre a decisão que será tomada no evento.


“Portanto, seja qual for a decisão tomada, uma das três, acreditamos, devido ao processo, que será algo que será aceito. Mesmo que alguns indivíduos não gostem, eles respeitarão porque vem dos membros como um todo, vem da decisão democrática do Movimento Paraolímpico”.

O banimento a atletas dos dois países aconteceram em fevereiro de 2022, logo depois do ataque da Rússia ao território ucraniano. Desde então, os competidores estão sem competir de maneira oficial, em decisão que foi reforçada na assembleia de novembro de 2022.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar