Últimas Notícias

Isaquias Queiroz fica em 6° lugar no C1 1000m no Mundial de Canoagem Velocidade; Brasil conquista ouro e prata na paracanoagem

 

Canoista não esperava alto desempenho. Foto: Reprodução/Instagram/isaquias_lx

Isaquias Queiroz terminou a final da classe C1 1000m na 6° posição com o tempo de 03:48.860 ficando 3.736 atrás do campeão Martin Fuksa, da Tchéquia. Na semifinal da classe C2 500m, Isaquias e Jacky Jamael terminaram na mesma 6° posição e estão na final B, sem chance de medalhas. Na prova paralímpica VL2 200m, Fernando Rufino foi campeão e Igor Alex foi vice.

Isaquias começou com o 3° melhor 250m e estava à frente de concorrentes até a metade do percurso, a partir do 750m, perdeu ritmo e começou a se distanciar do 5° colocado, ao final ficou mais de 1s atrás da última vaga olímpica e distante do pódio mundial.

O ano do brasileiro foi atípico, mudando de cidade e com seu primeiro filho nascendo, o treinamento ficou em segundo plano. A chance de classificação olímpica via mundial não foi conquistada após Queiroz ficar fora do top-5 da final A do C1 1000m. A próxima e última oportunidade do campeão olímpico será nos Jogos Pan-Americanos 2023 em Santiago, Chile.

Ao lado de Jacky Jamael, Isaquias também competiu na semifinal do C2 500m, mas dessa vez a dupla não teve um bom início e fechou a arrancada 3s atrás do líder, terminando apenas na 6° posição da bateria. A mesma colocação foi repetida por Vagner Junior e Edson Isaias na K2 500m. Ambas as duplas estão na final B de suas classes.

Paracanoagem

O Brasil chegou ao seu primeiro título em prova paralímpica nesse Mundial, Fernando Rufino foi o único a remar abaixo de 51s e fez 50.344 para subir no ponto mais alto do pódio. Igor Alex marcou 51.229 e ficou com a medalha de prata.

Na classe KL1 200m, duas brasileiras lutaram pela última vaga para a final da classe, melhor para Adriana Gomes com o tempo de 59.116 ficando em terceiro lugar, enquanto Ana Cláudia Borges acabou a prova em 4° com a marca de 01:03.868 e está eliminada do Mundial.

Giovane Vieira está classificado para a final B da VL3 200m após fechar sua bateria de semifinal em 4° lugar, 0.175 atrás do britânico Jack Eyers que pegou a última vaga à decisão. Mari Christina e Aline Furtado, 6ª e 8ª na semifinal da KL3 200m, respectivamente, não tem mais chances de competir após serem eliminadas na prova.

Finais de colocação

Dois atletas foram 2° colocados em finais de colocação no Mundial de Canoagem na Alemanha, Ana Paula Vergutz na prova K1 500m apenas 0.762 atrás da vencedora da final D da classe. Vagner Junior fechou sua decisão 2s1 de distância do líder da final E da K1 1000m.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar