Últimas Notícias

Velocista Vitória Rosa é destaque em competição indoor na Bolívia

Vitória Rosa bate palma durante prova no Mundial de Atletismo 2022
Foto: Carol Coelho


A carioca Vitória Rosa foi o destaque do Campeonato Boliviano Indoor de Atletismo, disputado no final de semana (11 e 12/2) no Estádio Municipal de Cochabamba, mesmo local que abrigou os dois primeiros Campeonatos Sul-Americanos em Pista Coberta, em 2020 e 2022.

Como convidada, Vitória ganhou no sábado os 60 m, com o tempo de 7.31, seguida das bolivianas Guadalupe Torrez (7.56) e Leticia Arispe (7.58). No domingo, ela venceu os 200 m, com 24.25, seguida novamente de Guadalupe (24.74) e de Leticia (25.14).

Recordista sul-americana dos 60 m, com 7.14, marca obtida na semifinal do Campeonato Mundial Indoor de Belgrado, na Sérvia, Vitória participou de sua primeira competição do ano. A velocista de 26 anos também é recordista sul-americana dos 200 m ao ar livre, com 22.47 (1.4), alcançados no Mundial do Oregon-2022.

Bronze no Mundial Sub-20, Gabriel Boza é destaque em São Paulo


Já na 1ª Etapa do Circuito Paulista Open, disputada na Arena Olímpica do Centro de Excelência Esportiva do Atletismo, em São Bernardo de Campo (SP), o destaque foi o paranaense Weslley Bevilaqua Beraldo (AA Paranavaí-PR). Ele venceu no sábado a prova do salto em distância, com 8,12 m (1.9), estabelecendo recorde pessoal e a melhor marca no Ranking Mundial da World Athletics neste início de temporada.

Gabriel Boza (APA-SP), medalha de bronze no Mundial de Cáli Sub-20-2022, ficou em segundo lugar, com 7,85 m (1.2), seguido de Alex Oliveira de Andrade (Ferroviária-SP), com 7,33 m (0.0).

Weslley, de 23 anos, mora em Paranavaí e desde março de 2022 é orientado por Dino Cintra, que reside em Bragança Paulista. Os treinos são passados pela Internet. “Nosso objetivo no momento é ele estar bem em março/abril e, se tudo der certo, obter o índice para o Mundial de Budapeste, em agosto”, disse o treinador, referindo-se à marca mínima de 8,25 m exigida pela World Athletics.

O melhor resultado anterior do atleta era de 8,00 m (1.3), obtido em outubro passado, em Cascavel (PR). Com a marca, Weslley terminou em primeiro lugar no ranking brasileiro de 2022.

“Tem muita coisa para melhorar ainda. O ideal seria que ele treinasse comigo diariamente em Bragança. A gente já esperava desde o ano passado um resultado assim. Foi bom para início de temporada, mas acreditamos que ele possa saltar bem mais que isso”, completou o treinador.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar