Últimas Notícias

Sesc Flamengo vence Brasília e volta ao G4 da Superliga Feminina

Equipe so Sesc Flamengo vibra dentro da quadra durante o jogo
Foto: Guerreiro Fotografia



A equipe do Sesc RJ Flamengo conquistou vitória importante diante do Brasília Vôlei por 3 sets a 0, parciais de 21/25, 21/25 e 22/25, no ginásio Sesi Taguatinga, no Distrito Federal, na última terça-feira (14). O jogo foi válido pela abertura da quinta rodada do returno da Superliga Feminina 2023/23.

Com a vitória, o Sesc subiu uma posição e saiu de quinta para quarto lugar com 30 pontos. Brasília permaneceu em nono lugar, ainda fora do G8. Fluminense que caiu para quinto lugar joga nesta sexta-feira (17) contra o Bauru e pode retomar a posição non G4.

Pelo Sesc, Gabiru, foi eleita a melhor em quadra e recebeu o Troféu Viva Vôlei. A oposta Sabrina foi a maior pontuadora com 16 acertos. Por Brasília, a central Camila Paracatu foi o destaque com 10 pontos, sendo 4 de bloqueios.

Na próxima rodada, Brasília visita o Bauru no dia 23 de fevereiro, às 19h, na arena Paulo Skaf. No dia 25, o Sesc viaja até Brusque para jogar contra o Abel Moda, às 18h30, no Sesi Centro Esportivo Brusque.

Resumo do jogo

Os dois times oscilaram mas as comandadas de Bernardinho foram superiores tecnicamente. No primeiro set, tudo parecia se encaminhar para uma vitória tranquila das visitantes que chegaram a abri 9 pontos de vantagem enquanto o time da capital federal errava recepções e side outs.

Mas Brasília começou a reagir com saques e bloqueios. Ace de Lanna diminuiu a vantagem do Sesc em 19 a 15. Mas no embalo de Roni, as visitantes retomaram o controle e fecharam o primeiro set em 25 a 21.

No segundo set, Brasília começou atrás do placar mas buscou o empate em 9 a 9. Bernardinho pediu tempo pela primeira vez na partida. Novamente o bloqueio do time da casa recolocou o time da capital federal no jogo enquanto Roni e Gabiru desequilibravam para o time carioca. Após Gabiru empatar em 18 a 18, Sesc decolou assim como no primeiro set e fechou em 25 a 21.

O terceiro set foi mais equilibrado. Mas as cenas dos sets anteriores se repetiu. Quando Brasília abria vantagem, Sesc corria atrás e passava a frente do marcador para administrar o jogo. Gabiru fez o match point para o Rio em 25 a 22.

"Estou muito feliz. Não por mim. É sempre bom jogar, obviamente, mas foi uma vitória do conjunto, do grupo. Tivemos sets difíceis. Não é fácil jogar aqui dentro. Elas sacam muito bem, então tivemos um pouco de dificuldade no passe, mas adorei o poder de reação do nosso time. Isso é o que fica de bom da partida de hoje. Queríamos muito os três pontos, viemos aqui buscar isso e conseguimos", disse Gabiru.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar