Últimas Notícias

Russa campeã do salto em altura em Londres 2012 anuncia aposentadoria

Foto: George Herringshaw

 

Anna Chicherova, da Rússia, campeã olímpica de salto em altura de Londres 2012 anunciou enfim a sua aposentadoria. A carreira de Chicherova também ficou marcada com a perda de seu bronze olímpico em Pequim 2008 e sua medalha de prata no Campeonato Mundial de 2009 por doping.

 

A russa, atualmente com 40 anos, testou positivo para turinabol depois que o Comitê Olímpico Internacional (COI) realizou novos testes em sua amostra de Pequim 2008. Ela havia apelado da decisão no Tribunal Arbitral do Esporte mas não conseguiu reverter o resultado.  

 

Anna Chicherova foi campeã mundial de 2011 e também ganhou duas medalhas de prata nos Campeonatos Mundiais em 2007 e 2013 em Osaka e Moscou, respectivamente. Sua última medalha mundial veio no evento de Pequim 2015.

 

Ela disputou um evento nacional em Yekaterinburg, sua última competição, no final de fevereiro de 2022, onde conquistou o campeonato russo de inverno com um salto de 1,94 metros. Em seguida a atleta perdeu a temporada de 2022 devido a uma lesão no joelho.

 

Em entrevista à agência de notícias estatal russa TASS, Chicherova disse que não tem mais planos de competir e estará a partir de agora como espectadora. Ela inicialmente havia planejado encerrar sua carreira em 2020 mas retornou às competições.

 

"Ainda não decidi exatamente o que farei no futuro, mas o fato de continuar vivendo no atletismo e tentando desenvolver saltos em altura é certo."


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar