Últimas Notícias

Djokovic vence, convence e está nas quartas do Australian Open

Foto: REUTERS/Hannah Mckay

 

A segunda-feira (23) foi o dia em que Novak Djokovic enfim encontrou seu melhor tênis e garantiu sua vaga nas quartas de final do Australian Open 2023. O sérvio, que já foi campeão do torneio por 9 vezes, não teve problemas para superar o atleta da casa Alex de Minaur e seguir na competição.

 

Nas oitavas de final, Novak Djokovic superou o australiano Alex de Minaur, 24º do ranking, com parciais de 6/2, 6/1 e 6/2 em apenas 2h06 de partida. Com a vitória, Djokovic dá mais um passo rumo à liderança do ranking, que virá caso o sérvio seja campeão em Melbourne, destronando o espanhol Carlos Alcaraz. Outro candidato ao número 1 é o grego Stefanos Tsitsipas, que também precisa de título e só pode enfrentar o sérvio na final.

 

Nas quartas de final Djokovic enfrentará o russo Andrey Rublev, número 6 do mundo, que superou o dinamarquês Holger Rune. Rublev precisou salvar dois match points e virar um 5/0 no tie-break do quinto set para conseguir fechar a partida em 3 a 2, parciais de 6/3, 3/6, 6/3, 4/6 e 7/6 (11-9), no grande jogo desta  nesta segunda-feira.

 

Os tenistas dos Estados Unidos terão mais um quadrifinalista. Tommy Paul, atual 35º do ranking, se juntou a Sebastian Korda e Ben Shelton na próxima fase da competição ao vencer o experiente espanhol Roberto Bautista Agut, 25º do mundo, por 3 a 1, parciais de 6/2, 4/6 6/2 e 7/5. Com a classificação de Paul, serão três norte-americanos nas quartas de final, fato que não acontecia em um Grand Slam desde o US Open de 2005. 

 

Tommy Paul disputará a vaga na semifinal contra seu compatriota Ben Shelton, que venceu o também norte-americano J.J. Wolf, em uma partida de quase 4h com o placar final de 3 a 2, parciais 6/7 (5-7), 6/2, 6/7 (4-7), 7/6 (7-4) e 6/2.

 

Na chave feminina do Australian Open, a croata Donna Vekic venceu a tcheca Linda Fruhvirtova precisando de três sets para selar sua vitória, parciais de 6/2, 1/6 e 6/3. Vekic jogará por uma vaga nas semifinais Aryna Sabalenka, de Belarus, que superou a suíça Belinda Bencic, com parciais de 7/5 e 6/2, em sets diretos. 

 

A polonesa Magda Linette chegou às quartas de finais ao superar a nº 4 do mundo, Caroline Garcia, da França, vencendo de forma surpreendente por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-3) e 6/4. Linette agora enfrenta a tcheca Karolina Pliskova, ex-número 1 do mundo, que venceu a chinesa Shuai Zhang em sets diretos, parciais de 6/0 e 6/4, em apenas 57 minutos de jogo.

 

O Brasil segue na competição juvenil do Australian Open. João Fonseca garantiu vaga nas oitavas de final ao derrotar o tcheco Vit Kalina em 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3. O brasileiro agora terá pela frente o vencedor da partida entre Sakamoto, do Japão, e Tiago Pires, da França.


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar