Membro do comitê organizador de Tóquio 2020 é investigado por receber dinheiro de patrocinador olímpico


O ex-membro do comitê organizador dos Jogos Olímpicos de 2020, realizados em Tóquio, Takahashi Haruyuki, sofreu busca e apreensão na sua casa após denuncias de que ele recebeu dinheiro de um patrocinador dos Jogos Olímpicos.

Segundo o jornal japonês KYODO, Takahashi recebeu por volta de 330 mil dólares de uma empresa varejista, a Aoki Holdings Inc. A empresa teria fornecido uniformes para os Jogos Olímpicos e vendido produtos licenciados pelos Jogos.

Ele teria recebido o dinheiro 1 ano antes do anuncio do patrocínio pela empresa. Como membro do comitê organizador seria um quase servidor público, esse pagamento poderia ser considerado suborno, segundo a KYODO.

Noticias dão conta que Haruyuki recebeu milhões da candidatura de Tóquio para fazer lobby junto ao Comitê Olímpico Internacional (COI) para que a capital japonesa fosse escolhida para receber os Jogos, o que aconteceu em 2013.

O comitê organizador foi formalmente dissolvido em 30 de junho deste ano.

Foto: AP Photo/Kato Issei
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top