Brasil volta a perder no Futebol de 5 após nove anos


A Seleção Brasileira conheceu nesta quarta-feira (3) um raro revés em sua trajetória no futebol de cegos. Pela segunda rodada do IBSA Grand Prix 2022, em Puebla (MEX), o time dominou a Argentina, acertou a trave do adversário, mas acabou derrotado por 1 a 0. O gol do jogo foi marcado por Maxi Espinillo. Esta foi apenas a 13ª derrota brasileira em mais de duas décadas, sendo a primeira em nove anos – levando-se em conta resultados no tempo regulamentar, sem contar disputas por pênaltis. A última havia sido para os próprios argentinos (2 a 1), em 2013, no Torneio de San Luís, no México.

"Clássico é sempre difícil. A Argentina fez um gol cedo, nós buscamos o empate e tivemos muitas finalizações. O nosso goleiro Matheus não fez nenhuma defesa importante. A competição continua e passei para os jogadores que perdemos enquanto podíamos. Se fosse um jogo eliminatório, estaríamos eliminados", analisou o treinador Fábio Vasconcelos.

Ajude o Surto a levar duas correspondentes para Paris-2024, mande um pix para:surtoolimpico@gmail.com

Esta foi a quarta vez que brasileiros e argentinos se enfrentaram em 2022. Nas três ocasiões anteriores, duas pela Copa Tango e uma no Desafio das Américas, o Brasil vencera por 1 a 0 – e conquistou os dois torneios.

O gol do rival nasceu de falta bem trabalhada. Após passe por elevação feito pelo fixo Coki Padilla em direção à área brasileira, Maxi Espinillo dominou de frente para o goleiro Matheus e finalizou no canto esquerdo. Com a vantagem no placar, a equipe treinada por Claudio Falco se fechou e praticamente não foi mais ao ataque. Mesmo diante do paredão formado por Padilla, Angel Deldo e Fred Accardi, o Brasil criou ao menos cinco boas chances de empatar, especialmente no segundo tempo. Na melhor delas, o pivô Nonato conduziu a bola pelo meio e, após cortar Padilla, chutou cruzado na trave direita do goleiro Germán Mulek.

A Seleção Brasileira havia estreado com goleada sobre a Índia e, nesta quinta, volta a campo para encarar a Costa Rica, às 13h15.

Foto: Divulgação 

Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top