Principal velocista do país, Vitória Rosa almeja uma final no mundial de atletismo: "Tenho que pensar grande"



Vitória Rosa se consolidou como a principal velocista do país. No troféu Brasil de atletismo, disputado na última semana, Vitória venceu os 100m,200m e o revezamento 4x100m no estádio Nilton Santos e ganhou confiança em ver que as correções que tem feito em sua corrida nesse ano tem surtido efeito:

"Acabou parecendo fácil,né? embora eu ainda cometa erros na saída do bloco, na curva (nos 200 metros) eu erro muito, mas é algo que já estamos ajustando. Esse ano tá sendo meu melhor ano, não de resultados, mas sim de correção, de acerto de detalhes, principalmente no bloco, que na saída as vezes fico atrás das meninas, mas conforme a corrida vai crescendo eu vou recuperando terreno e me destacando. Tô muito feliz pelos resultados aqui no Rio"


A carioca de 26 anos também comentou sobre a sua volta ao Rio de Janeiro, onde competiu na olimpíada de 2016 e pediu mais competições nesta pista olímpica: "É muito muito bom, Depois da Olimpíada, estar vindo aqui, retornando e competindo nessa pista, é muito especial. Eu espero que a gente consiga fazer outras competições aqui, porque o Rio de Janeiro sediou um baita de um evento e depois ficamos sem utilizar essa pista o todo esse tempo. Que esse troféu Brasil seja o primeiro passo para que a gente tenha outros eventos aqui"



Para o mundial, apesar do desejo de Vitoria em disputar o maior número de provas possível, essa decisão será feita em conjunta com seu treinador, Katsuhico Nakaya: "aparentemente, o Nakaya vai decidir, qual delas vamos ter as melhores chances e a gente conversa para chegar em um acordo para qual prova focar . Se tiver que desistir de uma prova, a gente vai colocar na balança os prós e contras, mas particularmente, eu estou preparada para as duas provas, Eu tenho que pensar grande, pensar na última prova, no meu último tiro, mas também tenho que pensar na melhor estratégia para também não chegar me arrastando em uma prova"disse Vitória, garantida nos 100 e 200m rasos em Oregon. 


 A expectativa de Vitória é chegar em uma final, repetindo o feito de Rosângela Santos no mundial de atletismo de 2017, mas ela sabe que muitos fatores terão que contribuir para isso: "Vai depender muito do clima, de como vou estar nos dias do mundial. Mas eu desejo muito uma final, mas o mais importante é chegar nela melhorando meus tempos nas minhas provas individuais, o que vai ser muito importante nas próximas competições, que é fazer um tempo que possa me colocar em uma final"


Vitória sabe que um bom resultado no mundial lhe dará mais confiança para chegar forte nas próximas competições do ciclo olímpico dos jogos de Paris: 

"Não tem muita margem para erro daqui até Paris. Temos que pensar grande e desejar muito mais. Não adianta meu técnico e as outras pessoas desejarem, eu tenho que desejar muito mais fazer um bom resultado. E eu já tô querendo, já virei a chavinha para Paris faz tempo e 'vamo' tentar! "


Fotos: Wagner Carmo/CBAt

Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top