Daniel Cargnin e Ketleyn Quadros conquistam o bronze no segundo dia do Grand Prix de Zagreb

 

Daniel Cargnin vence Pedro Medreiros e leva o bronze em Zagreb. (Foto: Federação Internacional de Judô)

 Depois de um primeiro dia sem bons resultados, o Brasil conquistou duas medalhas no segundo dia do Grand Prix de Zagreb, na Croácia. Ketleyn Quadros (63kg) foi a melhor de sua chave e só foi parada na semifinal pela canadense Catherine Beauchemin-Pinard, medalhista de bronze em Tóquio. Na disputa pelo bronze, venceu Gili Sharir de Israel, por waza-ari. A atleta do Sogipa está há mais de uma década entre as melhores do mundo. Outro atleta do clube de Porto Alegre é Daniel Cargnin, que venceu por ippon outro brasileiro, Pedro Medeiros, e garantiu a medalha de bronze. Pedro é estreante no Circuito Sênior e venceu por ippon o campeão mundial e o primeiro do ranking, Lasha Shavdatuashvili, em sua segunda luta. 

Guilherme Schimidt (81kg) perdeu a disputa do bronze para o georgiano Tato Grigalashvili. O quinto lugar é um ótimo resultado para Guilherme, que venceu o último Grand Slam de Budapeste. Maria Portela (70kg) garantiu o sétimo lugar após parar na repescagem para a venezuelana Elvismar Rodriguez. Tamires Crude (63kg) venceu a primeira luta por ippon, mas não passou das oitavas. Vinícius Panini (81kg) e Luana Carvalho (70kg) foram eliminados na primeira luta. 

Amanhã ainda tem: Giovanna Santos (+78kg), André Humberto (100kg), Rafael Macedo (90kg), Luana Rodrigues (90kg), Rafael Buzacarini (100kg), Mayra Aguiar (78kg) e Rafael Silva (+100kg). Transmissão da Federação Internacional de Judô

Postar um comentário

To Top