Vinte e quatro judocas paralímpicos treinam para o Grand Prix de São Paulo no CT Paralímpico


A Seleção Brasileira de judô treinou até este domingo (12) no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Os atletas estão em preparação para a etapa mundial do Grand Prix da modalidade, que também acontecerá no CT, nos dias 2 e 3 de julho.

Entre os 24 atletas que estão nesta fase de treinamento, destaque para as medalhistas paralímpicas nos Jogos de Tóquio 2020: Alana Maldonado (ouro até 70 kg), Meg Emmerich (bronze acima de 70 kg) e Lúcia Araújo (bronze até 57 kg). Já entre os homens está Antônio Tenório, que subiu seis vezes ao pódio em sete edições de Jogos Paralímpicos que participou - de 1996 a 2020.

Pela primeira vez, o Brasil vai sediar uma etapa do Grand Prix de judô. “As expectativas são muito boas para o torneio. É muito importante para o nosso país receber uma competição com relevância mundial. Teremos a oportunidade de ver nossos atletas competindo em casa e divulgar o judô paralímpico no Brasil. Além disso, eles poderão somar pontos para o ranking mundial, fundamental para definir os judocas classificados aos Jogos de Paris 2024”, comentou o técnico da Seleção Brasileira da modalidade, Jaime Bragança.

Vale lembrar que até 2021, os judocas das três classificações oftalmológicas – B1 (cego), B2 (percepção de vulto) e B3 (definição de imagem) – lutavam entre si dentro de cada peso. Desde janeiro de 2022, quem é cego total (B1) só luta contra cego total em uma nova categoria que se chama J1. Quem era B2 e B3 luta apenas contra oponentes dessas mesmas classificações em outra categoria chamada J2. Além dessas mudanças, também houve alterações nas divisões por peso.

Brasil no Grand Prix


Em 2022, já foram realizadas duas etapas mundiais do Grand Prix: Turquia e Cazaquistão. O Brasil se sagrou campeão nas duas competições. Ao todo, os judocas brasileiros subiram ao pódio 25 vezes em ambos os países: dez medalhas de ouro, seis de prata e nove de bronze.

Abaixo segue a lista com os judocas:

Feminino
Giulia dos Santos Pereira (48 Kg / J2): ITC/SP
Rosicleide Silva de Andrade (48 Kg / J1): Adevirn/RN
Larissa Oliveira da Silva (57 Kg / J1): Asdac/PA
Lúcia da Silva Teixeira Araújo (57 Kg / J2): ITC/SP
Benilce de Araújo Lourenço (57 kg/J1): Ismac/MS
Karoline Porto Duarte (70 Kg / J1): Urece/RJ
Brenda Souza de Freitas (70 Kg / J1): Ceibc/RJ
Michele Aparecida Ferreira (70 Kg / J2): AJC/MS
Alana Martins Maldonado (70 Kg / J2): Amei/SP
Erika Cheres Zoaga (+70 Kg / J1): ARDV/MT
Meg Rodrigues Vitorino Emmerich (+70 Kg / J2): ITG/PR
Rebeca De Souza Silva (+70 Kg / J2): Amei/SP

Masculino
Elielton Lira de Oliveira (60 Kg / J1): AMJ/SP
Roberto Nunes da Pixão (60 kg/J1): Urece/RJ
Thiego Marques da Silva (60 Kg / J2): Aepa/PA
Harlley Damião Pereira de Arruda (73 kg/J1): ITC/SP
Rayfran Mesquita Pontes (73 Kg / J1): Icemat/MT
Gabriel Nascimento da Silva (73 Kg / J2): Ceibc/RJ
Miqueias Gomes Barbosa (73 Kg / J2): Adsa/SP
Arthur Cavalcante da Silva (90 Kg / J1): Icemat/MT
Marcelo Adriano de Azevedo (90 Kg / J2): CRJ/RS
Antônio Tenório da Silva (+90 Kg / J1): ITC/SP
Wilians Silva de Araújo (+90 Kg / J1): Ceibc/RJ
Sergio Fernandes Junior (+90 Kg / J2): Ceibc/RJ

Foto: Alê Cabral/CPB

Postar um comentário

To Top