Sophia Kelmer brilha e conquista a prata no Aberto de Tênis de Mesa Paralímpico da República Tcheca


 E foi com a nobreza da prata que o tênis de mesa do Brasil começou o segundo dia de disputas no Aberto Paralímpico da República Tcheca nesta sexta-feira (24), em Ostrava. Sophia Kelmer, de apenas 14 anos, brilhou e subiu ao pódio pela classe 8, vendendo caro o ouro para a japonesa Yuri Tomono na final individual após cinco sets: 3 a 2 para a representante do Japão.

De cara a adversária abriu 2 sets a 0, com um duplo 11/4. Sophia reagiu no terceiro e no quarto sets, vencendo respectivamente por 11/9 e 11/4. Na quinta e derradeira parcial, a mesa-tenista oriental triunfou por apertados 11 a 8, ficando com o título da classe. Antes, pela semifinal, a brazuca passou por Suwarti Suwarti, da Indonésia, em 3 a 2. As parciais foram de 11/8, 6/11, 11/8, 5/11 e 11/3.

“Fico feliz por ter desempenhado muito bem neste campeonato. Em todos os jogos eu consegui fazer o que estava treinando e, com o resultado, consigo ver que estou melhorando bastante o meu nível de jogo”, analisou Sophia. “Vejo como muito gratificante conquistar uma medalha em um aberto internacional, principalmente na Europa. É uma sensação inimaginável e fico muito feliz por estar conquistando tudo isso”, acrescentou a medalhista.

Com o término das competições individuais, tiveram início as disputas em duplas, masculinas, femininas e mistas, quando os brasileiros foram às mesas inicialmente pelas classes MD4 e MD18 entre os homens. Em ambas avançaram para a fase eliminatória, tendo Guilherme Costa e Iranildo Espíndola encerrado sua participação pela classe MD4 ainda nesta sexta-feira.

Os brasileiros venceram as três partidas pela fase de grupos: 3 a 2 em Lukas Klizan e Peter Lovas, da Eslováquia (6/11, 5/11, 11/9, 11/6 e 11/8); 3 a 1 nos italianos Federico Crosara e Federico Falco (11/9, 11/4, 6/11 e 11/9); e 3 a 2 no israelense Chen Baruch e no espanhol Daniel Rodriguez (11/8, 11/13, 12/10, 8/11 e 11/3). Nas quartas de finais, cruzaram com Jiri Suchanek e Martin Zvolanek, atletas da casa, que saíram vitoriosos por 3 sets a 1 (11/7, 7/11, 7/11 e 9/11).

Na Classe MD18, Paulo Henrique Fonseca e Gabriel Antunes seguem vivos na disputa por medalhas. Neste sábado (25) enfrentam os espanhóis Marlon Lopez e Alejandro Diaz pelas oitavas de finais. Caso avancem, terão pela frente nas quartas os indonésios Komet Akbar e Banyu Mulyo, que avançaram por bye.

Hoje, pelo Grupo 6, a dupla brasileira venceu seus três jogos. Aplicou 3 a 1 nos japoneses Koyo Iwabuchi e Hayuma Abe (7/11, 12/10, 12/10 e 11/9), 3 a 1 no dueto composto pelo luxemburguês Phillippe Hein e pelo austríaco Nathan Pellissier (10/12, 11/6, 12/10 e 11/9), além de 3 a 0 na dupla formada pelo húngaro Gyula Zborai e pelo japonês Mahiro Funayama

O ITTF Czech Para Open 2022 (Aberto Paralímpico da República Tcheca) encerra neste sábado em Ostrava, com a sequência das competições por duplas masculinas, femininas e mistas. Os brazucas estarão em ação pelas classes MD18 (com Paulo Henrique Fonseca e Gabriel Antunes) e XD17 (com Lucas Santos e Sophia Kelmer).

Foto: Fédération Française HandiSport

Postar um comentário

To Top