Históricas! Brasileiras da Natação conquistam feitos inéditos no Mundial de Esportes Aquáticos

Stephanie Balduccini conseguiu resultados históricos em duas provas disputadas no Mundial (Foto: Divulgação/CBDA)

As mulheres do Brasil fizeram mais história no Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste, nesta quarta (22). Stephanie Balduccini sozinha e com revezamento alcançaram feitos inéditos para o time brasileiro em Mundiais.

Após o sexto dia de disputas, o Brasil continua com duas medalhas conquistadas: uma prata e um bronze, e manteve a 12ª colocação no quadro geral. O Surto traz um resumo da participação brasileira no quinto dia de disputas:

Natação

A equipe feminina do revezamento 4x200m livre conseguiu um feito histórico, terminando em 6º lugar, com 07:58.38, apenas 48 centésimos da 5ª colocação. Stephanie Balduccini, Giovanna Diamante, Aline Rodrigues e Maria Paula Heitmann colocaram o Brasil pela primeira vez em uma final de campeonato mundial na história, igualando o feito do revezamento 4x100m em Budapeste.

A última vez que o Brasil disputou a final na prova em uma competição internacional importante foi nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004, terminando em 7º naquela ocasião.

Stephanie Balduccini também nadou a semifinal dos 100m livre. Com 54.10, sua melhor marca pessoal, a brasileira fez excelente prova e ficou em 10º, melhorando seu tempo em relação às preliminares onde nadou para 54.48, se classificando em 15ª. Sua colocação a colocou como a melhor brasileira na prova na história do Mundial.

Caio Pumputis participou das preliminares dos 200m peito e ficou em 19º, com 2:12.72, não avançando à fase semifinal.

Nado Artístico

A equipe brasileira de Nado Artístico ficou fora da final da rotina livre. Com 78.8333 pontos, o time formado por Vitoria Casale, Jullia Catharino, Rafaela Garcia, Luiza Lopes, Laura Micucci, Celina Rangel, Gabriela Regly e Anna Giulia Veloso terminou a preliminar na 14ª colocação. Apenas as 12 primeiras foram classificadas.

Japonesa conquista segundo ouro no Nado Artístico, brasileiras fora de final por equipes no Mundial

Polo Aquático

A seleção feminina de Polo Aquático sofreu e a segunda derrota no Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste e viu distante suas chances de classificação para a próxima fase. Nesta quarta (22), as brasileiras foram derrotadas pelo Cazaquistão por 10 a 6. Agora, o Brasil terá pela frente a Austrália, líder do grupo C, na sexta (24) com obrigação de vencer para fazer cálculos sobre sua classificação para as oitavas de final.

Meninas do Polo Aquático perdem para o Cazaquistão e ficam longe da próxima fase no Mundial

Próximos passos

Nesta quinta (23), teremos mais brasileiros em busca de finais nas piscinas de Budapeste. No Polo Aquático, o Brasil tenta reabilitação no masculino. Confira a programação:

Natação

Preliminares

100m borboleta (M) - Matheus Gonche e Vinícius Lanza

50m livre (M) - Bruno Fratus e Luiz Gustavo Borges

50m borboleta (F) - Giovanna Diamante

Revezamento 4x200m livre (M) - Brasil

800m livre (F) - Viviane Jungblut e Gabrielle Roncatto

Nado Artístico

Preliminares

Equipes Femininas (Highlights) - Brasil

Polo Aquático

2ª rodada - Torneio Masculino

Grupo A

Hungria x Brasil


Postar um comentário

To Top