COB realiza visita à Vila Olímpica e acelera planejamento para operação em Paris 2024


O Comitê Olímpico do Brasil (COB) realizou no último dia 21, visitas à Vila Olímpica e ao Comitê Organizador Paris 2024. Assim, o país se tornou o primeiro das Américas a marcar presença no local que receberá os atletas durante os Jogos Olímpicos.

A ida às instalações da Vila teve como objetivo principal ajudar no planejamento da operação que será realizada pelo COB em Paris 2024 e é vista como fundamental para a estratégia e a logística que serão adotadas durante as competições.

"É uma visita estratégica. Somos o primeiro país das Américas a visitar o Comitê Organizador, entender como vai funcionar a Vila, onde estão as melhores posições... Todos os detalhes são importantes na chegada dos atletas à Vila e podemos gerar o máximo de conforto, para que eles se preocupem só com a competição. Estamos saindo na frente. A equipe toda do COB está trabalhando há alguns anos para estarmos aqui buscando esse objetivo de antecipar todas as necessidades da nossa delegação" disse Ney Wilson, Diretor de Esportes de Alto Rendimento da entidade.

"A visita foi muito importante para definir a ideia de planejamento para um melhor conforto aos atletas e nossa operação. Agora que temos definido onde vamos ficar durante os Jogos, começamos a ver na Vila o que vamos ter de serviços, quais são os deslocamentos entre os serviços da Vila, de onde eles saem para as competições e treinos, o refeitório, os serviços de esporte para os atletas, áreas de treinamento, musculação... São detalhes que trazemos dentro do nosso planejamento e começamos a ter um pouco mais de visão, para definir uma melhor operação nos Jogos. Essa visita foi muito importante para nos dar um melhor planejamento para 2024", analisou Sebastian Pereira, Gerente Executivo de Alto Rendimento.

A comitiva do COB contou ainda com as presenças de Joyce Ardies, Gerente de Jogos e Operações Internacionais, e Daniela Polzin, Gerente de Infraestrutura Esportiva da entidade.

Sebastian também falou sobre a importância de o Brasil ser um dos primeiros países do mundo a fazer essa visita e o quanto isso pode fazer diferença durante os Jogos Olímpicos Paris 2024.

"Somos o primeiro país das Américas. Eles estão focando nos principais países do mundo, as maiores delegações. Depois eles vão começar a falar com os médios e menores. Essa antecedência é muito importante para ter uma prioridade por parte do Comitê, tendo assim os melhores locais para nossos atletas e para que nossa operação possa fluir de forma mais tranquila, sem tantos desafios na Vila", disse.

Durante a passagem pela Vila Olímpica, o COB também pode avaliar qual é o melhor prédio para receber a delegação brasileira, se haverá necessidade de providenciar outros serviços aos atletas e oficiais, entre outros aspectos fundamentais para a operação em Paris.

O Time Brasil terá uma base operacional em Saint-Ouen, a cerca de 600 metros de distância da Vila Olímpica.

Foto: Rafael Bello/COB
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top