China mantém 100% de aproveitamento nos Saltos e cresce no quadro de medalhas do Mundial

Zongyuan Wang coroou sua vitória com salto de maior pontuação da prova (Foto: Divulgação/FINA)

O Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, chegou ao décimo segundo dia de competições, nesta terça (28), com duas medalhas entregues nos Saltos Ornamentais. O Surto traz um resumo dos destaques desta competição multiesportiva que tem gostinho de Jogos Olímpicos:

Saltos Ornamentais

Na primeira final do dia, o trampolim de 3m masculino, o chinês Zongyuan Wang, prata em Tóquio, foi campeão com 561.95 pontos somados. O título veio com um espetacular salto de valor 106.40. A prata foi também para a China, com Yuan Cao, com 492.85. O bronze, ficou com o três vezes medalhista olímpico, Jack Laugher, da Grã-Bretanha. 

Por muito pouco, a primeira medalha Mundial de um atleta sulamericano não veio. Assim como a brasileira Ingrid Oliveira, na plataforma de 10m, Luis Felipe Bermudez ficou em 4º. Nesta prova, o brasileiro Rafael Fogaça ficou com a 10ª colocação.

Mais tarde, na disputa da plataforma de 10m sincronizada masculina, novo ouro pra China, com  Hao Yang e Junjie Lian, com 467.79 pontos. A prata ficou com Matthew Lee e Noah Williams, da Grã-Bretanha, com 427.71 pontos e o bronze foi dos canadenses Rylan Wiens e Nathan Zsombor-Murray, com 417.12 pontos.

Saltos Ornamentais coloca mais brasileiros entre os melhores do mundo em Budapeste, confira o dia do Brasil no Mundial

Polo Aquático

Começaram as quartas-de-final do torneio feminino de Polo Aquático. No primeiro jogo do dia, a Itália não teve dificuldades contra a França. A campeã olímpica em Atenas 2004 e prata no Rio 2016, liderou em todos os quartos e passou para a semi com uma vitória tranquila por 17 a 7.

Logo depois, repetindo a última final olímpica, os Estados Unidos bateu a Espanha por 13 a 8, com certa facilidade. O resultado credenciou ainda mais a equipe estadunidense ao tetracampeonato Mundial.

Pela outro lado da chave, os Países Baixos conseguiram um grande triunfo sobre a Grécia e avançou. Mantendo controle da vantagem durante todo o jogo, as neerlandesas venceram por 12 a 7.

Fechando a rodada, Austrália e Hungria fizeram um jogão. O time da casa começou atrás do placar no primeiro quarto pela diferença mínima, mas conseguiu virar e abrir uma pequena vantagem de dois gols nos dois quartos seguintes. Na etapa final, as australianas partiram para cima venceram o último quarto, porém perderam a partida por 7 a 6. 

Na quinta (30), Itália e Estados Unidos fazem o primeiro jogo da semifinal reeditando a final olímpica dos Jogos do Rio 2016. Na segunda partida, Países Baixos e Hungria duelam para chegarem à decisão do ouro.

Quadro de Medalhas

Após doze dias de disputas e mais dois ouros para a China, o quadro de medalhas do Mundial de Esportes Aquáticos ficou assim: 

1º Estados Unidos - 17 ouros, 12 pratas e 16 bronzes (45)

2º China - 9 ouros, 2 pratas e 6 bronzes (17)

3º Itália - 7 ouros, 4 pratas e 6 bronzes (17)

4º Austrália - 6 ouros, 9 pratas e 2 bronzes (17)

5º Canadá - 3 ouros, 4 pratas e 5 bronzes (12)

14º Brasil - 1 ouro, 1 prata e 1 bronze (3)

Próximos passos

Nesta quarta (29), chegamos ao 13º dia de disputas em Budapeste com medalhas nos Saltos Ornamentais e na Maratona Aquática. No Polo Aquático, os homens disputam vagas na semifinal do torneio. Vamos à programação:

Maratona Aquática

Valendo Medalha

10km (F) - Ana Marcela Cunha e Viviane Jungblut

10km (M) - Bruce Hanson Almeida e Guilherme Costa

Saltos Ornamentais

Valendo Medalha

Equipe de Trampolim de 3m e Plataforma de 10m Mista - Ingrid Oliveira e Rafael Fogaça

Trampolim de 1m (F)

Trampolim de 3m Sincronizado Misto - Anna Lucia dos Santos e Rafael Fogaça

Eliminatórias

Trampolim de 1m (F) - Luana Lira e Anna Lucia dos Santos

Polo Aquático

Quartas-de-final  (Torneio Masculino)

Grécia x Estados Unidos

Sérvia x Croácia

Espanha x Montenegro

Hungria x Itália

Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top