Brasil estreia nesta segunda diante da Argentina na AmeriCup sub-18 masculina


O Brasil começa nesta segunda-feira, 6 de junho, sua caminhada na AmeriCup sub-18 masculina, em Tijuana, no México. E o primeiro duelo será diante da Argentina, a partir das 22h. 

O confronto irá reeditar a final do Sul-Americano há pouco mais de 40 dias, quando o Brasil venceu os argentinos na Venezuela e ficou com o título. A AmeriCup irá distribuir quatro vagas na Copa do Mundo Sub-19 em 2023.

O Brasil está no grupo A ao lado de Argentina, México e Canadá.

Para a competição, Galvani manteve a base campeã do Sul-Americano, com atletas importantes como Reynan, que foi MVP do torneio, Gabriel Landeira, Samis Calderon, Lucas Atauri, Eduardo Klafke, Guilherme Tesch, Leandro Cardoso, entre outros.

- Procuramos manter a base que fez um grande Sul-Americano e corrigir os erros, já que teremos rivais ainda mais fortes e uma Argentina também melhor preparada. Nosso objetivo é buscar a vaga no Mundial do próximo ano, e também vamos em busca de um lugar no pódio. Esse é o objetivo sempre que o Brasil entra em quadra e confio no nosso grupo - disse o técnico Vitor Galvani.

Formato da AmeriCup


Participam da AmeriCup o Brasil, Argentina, Equador, México, Porto Rico, República Dominicana, Canadá e Estados Unidos. Pelo formato de disputa, as seleções serão divididas em dois grupos com quatro equipes, com todas se classificando para as quartas de final, quando as chaves se cruzam. 

Os garantidos nas semifinais também avançam para a Copa do Mundo. A FIBA ainda irá sortear as chaves.

Foto: Divulgação/CBB

Postar um comentário

To Top