Brasil conquista quatro medalhas no primeiro dia do Grand prix de atletismo paralímpico na França



No primeiro dia de competições em solo francês, o Brasil fez bonito no Grand prix de atletismo paralímpico, conquistando quatro medalhas - três ouros e uma prata.


Alessandro Rodrigo conquistou o ouro no arremesso de peso das classes F11-12 (para atletas com deficiência visual), com a marca de 13,47 m. A prata ficou com o italiano Oney Tapia (13 m) e o croata Miljenko Vucic faturou o bronze (12,68 m). Vale ressaltar que nos Jogos de Tóquio, Alessandro foi campeão no lançamento de disco.


Outro campeão paralímpico na capital japonesa, mas no arremesso de peso, o carioca Wallace dos Santos, da classe F55 (para atletas que competem em cadeiras de rodas), também subiu ao lugar mais alto do pódio em Paris. Nesta quinta-feira, o arremessador brasileiro atingiu a marca de 11,89 m. Desta forma, superou o lituano Ramunas Verbavicius (10,49 m) e o malaio Mohd Zakimi Zakaria (9,16 m).


Bicampeã paralímpica e recordista mundial no salto em distância, a sul-mato-grossense Silvânia Costa, da classe T11 (para atletas com deficiência visual), conquistou a medalha de ouro na capital francesa ao saltar para 4,28 m. A espanhola Sara Martinez ficou na segunda colocação, enquanto a finlandesa Ilda Lounela foi a medalhista de bronze.


O Brasil ainda fechou o dia com uma medalha de prata conquistada por André Rocha, da classe F52 (para atletas cadeirantes), no lançamento de disco. Ele lançou para 15,69 m e foi superado apenas pelo chileno Rodrigo Coloma (21,89 m). Na terceira posição, o lituano Raimondas Dabuzinskas atingiu a marca de 10,12 m.


Recorde das Américas


O jovem Matheus Lima, 18, campeão nacional nos 100 m e 200 m na classe T44 (para atletas com deficiência nos membros inferiores e que não utilizam próteses), estabeleceu uma nova marca continental nos 100 m durante a competição na França. O recorde das Américas anterior estabelecido pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês) era de 11s72. Nesta quinta-feira, Matheus fechou o percurso em 11s 67.


O Grand Prix de atletismo de Paris continua nesta sexta-feira, 10, com as presenças da campeã paralímpica Beth Gomes (classe F52) e do vice-campeão brasileiro nos 400 m da classe T20 (para atletas com deficiência intelectual), Samuel Conceição.


foto: Miriam Jeske/CPB

Postar um comentário

To Top