Taiane Justino fica em sétimo lugar na categoria acima de 87kg do Mundial Junior de Levantamento de Pesos


Taiane Justino continua a fazer grandes marcas internacionalmente. Depois de uma grande temporada em 2021, em que faturou dez medalhas no estrangeiro, a atleta, que compete na categoria acima de 87kg, foi para o Campeonato Mundial Sub-20 e bateu todos os recordes pessoais na terça-feira (10). Em Heraklion, na Grécia, a atleta somou 229kg ao ter levantado 102kg no arranco e 127kg no arremesso. Este é o recorde brasileiro das categorias sub-20 e adulto. Nenhuma outra atleta feminina da base brasileira conseguiu levantar tanto na História.

Com as marcas obtidas, ela ficou na sétima colocação geral do campeonato. No total, a campeã foi a sul-coreana Hyejeong Park, que somou 281kg com os dois movimentos e dominou completamente a competição. Outra pesista da Coreia do Sul ficou com a prata, Hyoeon Kim, que cumpriu 253kg. Já o bronze foi para a cazaque Aisamal Sansyzbayeva com 252 kg levantados.

Nos bastidores da competição, Taiane Justino se concentrava profundamente para entrar em plataforma. Recuperando-se de uma pequena infecção, buscava se superar. Com os olhos fechados e respirando fundo lentamente, a brasileira fez a sua meditação antes de pisar na plataforma para o arranco.

A brasileira foi para a sua primeira performance no movimento e foi bem-sucedida no levantamento de 98kg. Para o seu segundo intento, ela subiu quatro quilos, porém ela não conseguiu fazer o arranco dos 102kg. Logo em sequência, ela repetiu a carga da tentativa frustrada e executou com perfeição. Estava estabelecida ali a sua nova marca pessoal.

Com os 102kg, a carioca ficou na sexta colocação do arranco. A medalha de ouro ficou com a sul-coreana Hyejeong Park com 120kg, a de prata foi para a cazaque Aisamal Sansyzbayeva com 112kg e o bronze para a mexicana Adbeel Rodríguez Lugo com 111kg.

“Ela conseguiu arrancar mais de 100kg. Existia um bloqueio psicológico que ela não conseguia superar essa marca e agora conseguiu”, comemorou o técnico da Seleção, Dragos Stanica.

No arremesso, Taiane entrou em ação com 127kg na barra. Ela fez um clean com desequilíbrio, mas se recuperou e conseguiu fechar com o jerk perfeito (novo recorde pessoal para ela). Com o movimento correto, a brasileira elevou a carga para 132kg para o segundo intento, entretanto ela não fez o levantamento da barra. O mesmo ocorreu na última tentativa. Em sua derradeira ida à plataforma, ela tentou novamente o mesmo peso, mas também não teve sucesso.

“Queria ter feito mais na competição. Porém, estou satisfeita e feliz. Agora, vamos seguir para os próximos desafios. Queria agradecer demais pelo carinho de todos”, disse Taiane.

A melhor marca da pesista do Brasil no arremesso lhe rendeu a sétima colocação. O ouro do arremesso foi para a dominante Hyejeong Park, da Coreia do Sul, que cumpriu 161kg. A prata foi para a sua conterrânea Hyoeon Kim, que levantou 145kg, enquanto o bronze foi novamente para o México com Adbeel Rodríguez Lugo ao fazer o levantamento de 141kg.

Foto: Reprodução/IWF

Postar um comentário

To Top