Beth Gomes quebra recorde mundial no arremesso de peso durante o Brasileiro de atletismo paralímpico


A atleta paulista Beth Gomes, 57, da ASPA/SP, bateu o recorde mundial no arremesso de peso da categoria F52 (para atletas cadeirantes). Na manhã da quinta-feira (5) Beth atingiu a marca de 8,45 m durante o Campeonato Brasileiro de atletismo paralímpico, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. 

O recorde anterior pertencia à própria paulista, que arremessou 7,80 m, em setembro de 2019, também no CT Paralímpico.

Além de ser recordista mundial no arremesso de peso em sua classe, Beth também é a atual campeã paralímpica e dona da melhor marca do planeta no lançamento de disco, prova que ela disputará nesta sexta-feira, 6, no Campeonato Brasileiro.

"Eu venho treinando para as duas provas, arremesso de peso e lançamento de disco. Para mim, foi uma grande surpresa ter batido esse recorde. Quando a gente tem determinação nos treinamentos, foco e perseverança, a gente chega aos nossos objetivos. É isso que vim fazer hoje,aqui, com a minha técnica Rosiane Farias", disse a paulista de Santos.

Outros atletas das provas de campo que se destacaram nesta manhã de quinta-feira foram Alessandro Silva, da ADV-VALE/SP, da classe F11 (para atletas cegos), e Lunier Carvalho, da APARU-UBERLÂNDIA/MG, da classe F13 (para pessoas com deficiência visual).

Também no arremesso de peso, Alessandro atingiu a marca de 14,05 m e quebrou o recorde das Américas. A melhor marca da região já era dele e foi registrada em novembro de 2019, durante o Mundial de atletismo de Dubai. Alessandro é o atual bicampeão e recordista paralímpico no lançamento de disco.

Assim como Alessandro, Lunier estabeleceu uma nova marca das Américas em sua classe no arremesso de peso. N quinta-feira, na capital paulista, ele arremessou para 11,7 m e superou seu próprio recorde, de 11,29 m, registrado em São Paulo, no ano de 2017. As provas de arremesso de peso nas classes F52, F11 e F13 não fazem parte do programa dos Jogos Paralímpicos.

Foto: Alê Cabral/CPB

Postar um comentário

To Top