Bernardinho e Fernanda Venturini são indicados ao Hall da Fama do vôlei



O Hall da fama do vôlei, como sede em Holyoke (USA) anunciou na terça (24) os indicados  para formar a classe de 2022  da entidade. E entre os indicados, temos dois brasileiros: o ex-jogador e técnico Bernardinho e a ex-jogadora Fernanda Venturini.


Os dois disputam vagas entre os imortais do vôlei com tricampeã olímpica no vôlei de praia Kerri Walsh, o italiano Samuele Papi (duas medalhas olímpicas de prata e duas de bronze) e os holandeses Pieter Joon (primeiro presidente do World ParaVolley) e Peter Murphy (membro do Comitê Técnico da Federação Internacional de Vôlei por 30 anos). o anúncio dos escolhidos será em outubro.


Levantador reserva da seleção masculina de vôlei nos anos 80 que ficou conhecida como 'a geração de prata', Bernardinho se consolidou como um dos maiores técnicos da história. Comandando as seleções feminina e masculina do Brasil, ele conquistou seis medalhas olímpicas e três mundiais e mais inúmeros pódios.


Já Fernanda Venturini, foi levantadora da seleção feminina nos 80 e 90 e fez parte do elenco que conquistou a primeira medalha olímpica do vôlei feminino do Brasil em Atlanta 96, além de três títulos de Grand Prix (94,96 e 2004). 


Se forem escolhidos, Bernardinho e Fernanda se juntarão a Bernard, Maurício, Giba, Nalbert, Fofão, Ana Moser, Emanuel, Loiola, Jackie Silva, Shelda, Adriana Behar, Sandra Pires, Giovane Gávio e Serginho "Escadinha", Carlos Arthur Nuzman e Bebeto de Freitas são os brasileiros que já estão no Hall da Fama do Vôlei.


Foto: Reprodução

Postar um comentário

To Top