Fundista campeão paralímpico Yeltsin Jacques treina na altitude da Colômbia como preparação para provas internacionais


O sul-matogrossense Yeltsin Jacques, campeão paralímpico nos 1.500m e 5.000m nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 pela classe T11 (para atletas com deficiência visual), tem treinado em Guarne, na Colômbia, como preparação para as provas de fundo que fará em competições internacionais em breve.
A cidade colombiana está a 2.100m acima do nível do mar, aproximadamente, e foi escolhida para um período de treinos em altitude. Junto com o fundista, estão os guias Guilherme Santos e Lutimar Abreu e Fábio Breda, técnico de meio-fundo e fundo da Seleção Brasileira.

Yeltsin participou da 1ª fase de treinamentos da Seleção Brasileira de atletismo no fim de março, no CT Paralímpico, e em seguida viajou para a Colômbia. O retorno ao Brasil está previsto para o fim do mês de abril. Em sua avaliação, os treinos em altitude estão com um bom rendimento.

"Já passamos da fase de adaptação, essa semana já começou a subir um pouco a intensidade do treino. Estou me sentindo muito bem, muito preparado mesmo. Os treinos estão rendendo muito", ressaltou o atleta, que nasceu com baixa visão.

Ele ficará na Colômbia até o fim de abril para continuar a preparação para as competições internacionais do ano.

"A expectativa agora é voltar para o Brasil e finalizar a preparação para as etapas de Paris, em junho, e de Marrakech, em setembro, do Grand Prix de atletismo. Essas são as competições que estão previstas no meu calendário deste ano", projetou o atleta que tem ainda um ouro nos 1.500m nos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019 e um ouro nos 1.500m e nos 5.000m no Parapan de Toronto 2015, entre outras conquistas.

Postar um comentário

To Top