Filipe Toledo, Ítalo Ferreira e João Chumbinho passam direto na etapa de Margaret River da WSL



Filipe Toledo, Ítalo Ferreira e João "Chumbinho" Chianca conseguiram nesta sexta (29), se classificar direto para a terceira fase da etapa de Margaret River (AUS) da WSL. Todos os três foram os primeiros colocados de suas baterias.


O líder do campeonato fez 6.00 na sua primeira onda, rasgando as volumosas paredes da série e fechando com uma boa junção. Faltando três minutos pro fim da bateria, ele fez uma rasgada, um cutback e uma batida na junção para somar mais 7.00 pontos e passar em primeiro com 13.00 no total.


Ítalo fez logo nos dez primeiros minutos. uma onda pontuada em 6.67, com rasgadas fortes e um bom ataque na junção. Faltando nove minutos, o potiguar fez uma excelente batida no lip, seguida de um cutback e recebeu 6.27, totalizando 12.94.


Na mesma bateria, Jadson André não conseguiu somar boas notas e ficou em terceiro com 6.17, indo direto para a repescagem. 


Na décima bateria, João Chianca e Miguel Pupo enfrentaram o norte-americano Kolohe Andino e apenas Chumbinho conseguiu a classificação, resultado que ajuda ele na disputa por um lugar entre os 22 classificados. Com boas ondas, ele somou 12.43 (6.50 + 5.93), contra 11.87 de Kolohe e apenas 6.27 (3.77 + 2.50) de Miguel Pupo, mais um a ir para a repescagem. 


Assim como seu irmão, Samuel Pupo que fez apenas ondas regulares e ficou na terceira colocação da sua bateria. O mesmo aconteceu com Deivid Silva, que somou apenas 7.63 pontos. 


Confira as baterias das repescagens masculina e feminina: 


Categoria masculina

1ª Kelly Slater (EUA), Jadson André (BRA), Jack Thomas (AUS)

2ª: Caio Ibelli (BRA), Deivid Silva (BRA), Ben Spence (AUS)

3ª: Miguel Pupo (BRA), Frederico Morais (PRT), Jacob Willcox (AUS)

4ª: Seth Moniz (HAV), Samuel Pupo (BRA), Matthew McGillivray (AFR)


Categoria feminina

1ª: Lakey Peterson (EUA), Luana Silva (HAV), Mia McCarthy (AUS)

2ª: Tatiana Weston-Webb (BRA), Gabriela Bryan (HAV), Bettylou Sakura Johnson (HAV)


Foto: Aaron Hughes/ World Surf League

Postar um comentário

To Top