Com técnica mulher na comissão, seleção brasileira de basquete em CR inicia treinos com foco na Copa América


A seleção brasileira masculina de basquete em cadeira de rodas vai realizar até a próxima sexta-feira, o primeiro período de treinamentos no ano no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, que terão foco para a disputa da Copa América de 2022, torneio que será realizado em junho no mesmo local e que qualificará os três melhores países para o Mundial da modalidade em Dubai 2023.

As atividades estão sendo comandadas pela primeira vez pela técnica Ana Cardoso, anunciada para a comissão técnica da equipe brasileira no último mês de janeiro. Ela atuará ao lado do também técnico Josias Machado Carneiro na comissão da Seleção masculina.

Ana já atua no paradesporto desde 1997 e foi treinadora da equipe brasileira feminina da modalidade em 2009. Também teve experiência internacional ao comandar as seleções da Letônia e da Colômbia, além de clubes na Itália.

"É uma grande honra treinar a Seleção Brasileira, fico muito lisonjeada. Voltar a representar meu país e estar aqui no CT Paralímpico, com toda essa estrutura, é uma felicidade enorme. A gente luta para isso", afirmou Ana.

"Será uma fase de treinamento que vamos buscar bastante intensidade, já que são atletas que ainda não têm muita representatividade ainda, mas queremos que eles tenham. Então, queremos extrair o melhor deles, pois contam com muito potencial. Esse é o objetivo desta primeira fase", completou.

Para este período, 18 atletas foram convocados para os treinos físicos, táticos e exames médicos no CT Paralímpico. A proposta da nova comissão técnica e coordenação da Confederação Brasileira de Basquetebol em Cadeiras de Rodas (CBBC) é de renovação e mesclar atletas experientes com a chegada de jovens que participaram das equipes nacionais de base em anos anteriores e atletas que nunca foram convocados anteriormente.

"É impossível pensar em Paris 2024 sem não tiver o foco em Los Angeles 2028. Por isso, sempre precisamos pensar além, e não somente no ciclo atual. Então, a nossa ideia é de mesclar os jovens com os experientes e buscar o melhor resultado na Copa América", apontou a treinadora.

O paraense Eduardo Cordeiro Soares, 25 anos, foi um dos atletas convocados pela primeira vez para a Seleção Brasileira masculina para a fase de treinamentos e afirmou que pretende aproveitar a oportunidade para estar presente na competição continental.

"Muito gratificante e de enorme felicidade quando recebi a notícia da convocação. Me fez acreditar ainda mais em mim. Compartilhar a quadra com os demais atletas da Seleção é a realização de um sonho. Antes, só assistia a eles pelo computador ou pela televisão, e hoje estou aqui jogando com eles, é muito empolgante", finalizou o atleta da ADAP-GO e que teve uma lesão medular após um acidente de moto em 2015.

Foto: Alê Cabral/CPB

Postar um comentário

To Top