Cinco atletas se classificam para o Mundial de Budapeste no penúltimo dia do Troféu Brasil de Natação

Roncatto nada entre duas raias vermelhas. Ela usa maiô preto e uma touca preta com o brasão do flamengo
Gabrielle Roncatto nos 800m livre - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
Com os resultados desta sexta-feira (8) no Troféu Brasil de Natação, a delegação brasileira garantiu presença em mais três provas no Mundial de Esportes Aquáticos Budapeste 2022. Foram conquistados índices nas finais dos 800m livre feminino e 100m borboleta masculino. Além disso, o revezamento 4x100m medley masculino. Veja abaixo como foram as finais do dia.

800m livre feminino
1. Viviane Junglbut - GNU - 8:30.84
2. Gabrielle Roncatto - Flamengo - 8:35.29
3. Ana Marcella Cunha - Unisanta - 8:41.62

O dia começou com dois índices na série final dos 800m livre feminino. Viviane Jungblut e Gabrielle Roncatto conseguiram a marca para Budapeste 2022. Roncatto começou a prova num ritmo forte, seguida de peto por Viviane Jungblut e Ana Marcela Cunha. Na altura dos 300m, Viviane assumiu a liderança e aos poucos foi abrindo distância para as demais. Ela venceu com 8:30.84, segunda melhor marca da história do Brasil na prova.

Gabrielle Roncatto conseguiu manter um ritmo abaixo do índice para o Mundial e terminou com 8:35.29, sua melhor marca pessoal. Quem também fez seu melhor tempo, foi Luiza Lima. Ela foi a sexta com 8:50.0 e conseguiu o índice em mais uma prova no Mundial Júnior de Natação

100m borboleta masculino
1. Matheus Gonche - SESI-SP - 51.60
2. Vinícius Lanza - Minas - 51.82
3. Kayky Mota - Pinheiros - 51.94

Matheus sentado em cima da raia. Ele ergue os dois braços e faz um sinal de V de vitória com as duas mãoes
Matheus Gonche comemora após a prova - Foto: Satito Sodré/SSPress/CBDA
A final dos 100m borboleta masculino foi forte e teve três atletas nadando abaixo do índice para Budapeste 2022. Já no começo, todos os atletas passaram próximos, na casa dos 24 segundos. Na parte final da prova, Matheus Gonche na raia três tomou a dianteira para vencer a prova com 51.60. Vinícius Lanza e Kayky Mota completaram o pódio, com Vinícius garantindo a vaga no Mundial.

O resultado da prova também garantiu a presença do Brasil no Revezamento 4x100m medley masculino em Budapeste 2022. Felipe França, campeão dos 100m peito, e Guilherme Basseto, ouro nos 100m costas, não fizeram os índices nas provas individuais, mas vão para a Hungria como integrantes do revezamento.

Na prova também teve índice para o Mundial Júnior de Natação. Pedro Henrique de Souza, do Curitibano, foi o oitavo com 53.24 e se classificou para a competição.

100m borboleta feminino
1. Giovanna Diamante - Pinheiros - 58.83
2. Daynara de Paula - Curitibano - 59.24
3. Stephanie Balduccini - Paineiras - 59.27

Giovanna Diamante nadando nas eliminatórias - Foto: Ricardo Bufolin/ECP
Nos 100m borboleta feminino, Giovanna Diamante levou a medalha de ouro. Ela teve um bom início de prova, fazendo a virada na segunda posição, logo atrás da líder Luanna Oliveira. Giovanna assumiu a liderança em seguida e venceu com 58.83, ficando meio segundo atrás do índice para o Campeonato Mundial. Daynara de Paula e Stephanie Balduccini ficaram com as medalhas de prata e bronze. Já Luanna não conseguiu manter o ritmo e terminou na sexta colocação.

Beatriz Bezerra, que ficou em quarto lugar, fez 1:00.21. Essa é sua melhor marca pessoal e índice para o Mundial Júnior.

200m costas masculino
1. Leonardo de Deus - Unisanta - 1:59.50
2. Brandonn Almeida - Unisanta - 2:01.95
3. Lucca Tonin - Curitibano - 2:02.87

A Unisanta fez dobradinha na final dos 200m costas masculino com ouro para Leonardo de Deus e prata para Brandonn Almeida. Leo de Deus liderou a prova de ponta a ponta e foi o único na prova que nadou abaixo de 2 minutos.

Quem mais comemorou ao fim da prova foi Lucca Tonin do Curitibano. Ele conquistou a medalha de bronze e ainda conseguiu o índice para o Mundial Júnior de Natação.

Leo abraça Lucca que segura a touca branca do veterano que recebeu de presente. Ambos estão na borda da piscina se apoiando nas raias. No canto aparece a cabeça de Brandon Almeida
Leo e Lucca se abraçam após a prova - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
200m costas feminino
1. Andrea Berrino - Flamengo - 2:14.14
1. Alexia Assunção - SESI-SP - 2:15.43
2. Fernanda de Goeij - Santa Mônica - 2:15.88
3. Maria Luiza Pessanha - Pinheiros - 2:16.17

Mais um ouro para a argentina Andrea Berrino que representa o Flamengo. Ela venceu as três provas de nado costas, fechando a campanha com a vitória nos 200m costas feminino. A melhor brasileira foi Aléxia Assunção, do SESI, com 2:15.43. Fernanda de Goeij e Maria Luiza Pessanha completaram o pódio da prova.

Revezamento 4x100m livre masculino
1. Minas - 3:13.78
2. Pinheiros - 3:14.19
3. Unisanta - 3:17.17

A equipe do Minas teve uma performance excelente no revezamento 4x100m livre masculino e venceu com 3:13.78, apenas 0.37 acima do tempo do Brasil na final olímpica em Tóquio 2020. Luís Gustavo Borges abriu para 48.84, ficando apenas quatro centésimos atrás de Vinícius Assunção do SESI-SP.  Na segunda perna, Fernando Scheffer abriu uma distância confortável na liderança para Lucas Peixoto.

Nos últimos 100m, a equipe do Pinheiros chegou a se aproximar com Marcelo Chierighini, mas Thiago Cintra conseguiu manter um bom ritmo para levar o ouro para a equipe mineira. A Unisanta ficou com a medalha de bronze.

Revezamento 4x100m livre feminino
1. Pinheiros - 3:42.02
2. Flamengo - 3:46.27
3. Unisanta - 3:46.45

O Pinheiros liderou a final dos 4x100m livre feminino de ponta a ponta para levar a medalha de ouro. A equipe paulista começou com Ana Carolina Vieira que fez uma parcial de 54.84, que é sua melhor marca pessoal nos 100m livre. Giovana Medeiros, Aimée Louise e Giovanna Diamante mantiveram a equipe na primeira colocação e abriram quatro segundos de vantagem.

A briga pela segunda colocação ficou entre Flamengo e Unisanta. Gabrielle Roncatto fechou para o time rubro-negro e conseguiu a medalha de prata nos metros finais.

Classificados - Mundial de Esportes Aquáticos Budapeste 2022


Masculino:
Bruno Fratus - 50m livre
Stephan Steverink - 400m medley
Fernando Scheffer - 200m e 400m livre e 4x200m livre
Murilo Sartori - 4x200m livre
Breno Correia - 4x200m livre
Vinícius Assunção - 4x100m e 4x200m livre
Guilherme Costa - 400m e 800m livre
Leonardo de Deus - 200m borboleta
Matheus Gonhce - 100m e 200m borboleta e 4x100m medley
Nicholas Santos - 50m borboleta
João Gomes Júnior - 50m peito
Marcelo Chierighini - 100m livre e 4x100m livre
Gabriel Santos - 100m livre, 4x100m livre e 4x100m medley
Felipe Ribeiro - 4x100m livre
Vinícius Lanza - 100m borboleta
Felipe França - 4x100m medley
Guilherme Basseto - 4x100m medley

Feminino:
Viviane Jungblut - 400m, 800m e 1500m livre
Jhennifer Conceição - 100m peito
Stephanie Balduccini - 200m livre, 4x100m e 4x200m livre
Giovanna Diamante - 4x100m e 4x200m livre
Giovana Medeiros - 4x100m livre
Ana Carolina Vieira - 4x100m livre
Aline Rodrigues - 4x200m livre
Maria Paula Heitmann - 4x200m livre
Beatriz Dizotti - 1500m livre
Gabrielle Roncatto - 800m livre

Índices - Mundial Júnior de Natação 2022


Masculino:
Stephan Steverink - 200m e 800m livre e 400m medley
João Pierre Gruttola - 400m livre
Vitor Ballan Sega - 200m livre
Felipe Gonçalves - 200m peito
Guilherme Sperandio - 800m livre
Lucas Tudora - 100m livre

Feminino:
Luiza Lima - 200m borboleta, 400m, 800m e 1500m livre e 400m medley
Beatriz Bezerra - 100m borboleta
Foto de capa:  Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Postar um comentário

To Top