Seleção Brasileira de rugby em cadeira de rodas conquista bronze no Campeonato das Américas e garante vaga inédita no Mundial


A Seleção Brasileira de rugby em cadeira de rodas faturou a medalha de bronze no Campeonato das Américas, na noite de sábado, 12, em Medellín (Colômbia). O emocionante jogo contra a tradicional equipe colombiana, foi disputadíssimo, ponto a ponto, o que tornou a vitória ainda mais emocionante. A partida terminou com o placar de 54 x 52. Os Estados Unidos conquistou a medalha de ouro e a prata ficou com o Canadá.

Com estes resultados, as três equipes asseguraram vaga direta para o Campeonato Mundial que acontecerá na Dinamarca em outubro deste ano. A classificação brasileira para o Mundial é inédita. “Tivemos muita dificuldade nesta competição, muito cuidado com a condição física dos atletas para o jogo da disputa da medalha, o grupo estava muito concentrado e mesmo com as dificuldades, estando atrás no placar, conseguimos o nosso objetivo. Agora precisamos construir, inclusive com a nossa ida para o Mundial. Agradeço a toda equipe porque sozinho ninguém faz nada”, contou Rafael Gouveia, técnico da Seleção Brasileira.

Guilherme Camargo, capitão da Seleção Brasileira ressaltou que “o Brasil está em busca desta vitória desde 2019, quando perdemos a medalha no Jogos Parapan-Americanos de Lima, esta viagem foi com adversidades, e ainda o falecimento do Luiz que era nosso chefe de missão. Conseguimos focar em nosso objetivo e trazer a medalha para o Brasil, estamos agora comemorando nossa conquista, juntos e ansiosos pela volta ao Brasil e preparados para próxima, porque iremos batalhar muito pelos próximos objetivos.

“Essa conquista é do rúbi brasileiro, começamos a nova gestão dois dias antes da viagem e conseguimos o nosso objetivo de conquistar o bronze e a vaga para o Mundial. Essa medalha é uma das formas de homenagearmos Luiz Claudio por toda sua história no rúgbi em cadeira de rodas e poder dizer a ele que a missão foi concluída”, ressaltou José Higino, presidente da Associação Brasileira de Rúgbi em Cadeira de rodas (ABRC).

Foto: Divulgação/ABRC

Postar um comentário

To Top