Ex-ciclista Tony Martin irá leiloar prata olímpica para arrecadar fundos para as crianças ucranianas


O ex-ciclista alemão Tony Martin, em solidariedade as crianças ucranianas impactadas pelos efeitos da invasão russa, irá leiloar sua medalha de prata olímpica conquistada em Londres 2012 na prova do contrarrelógio individual.

Martin confirmou sua intenção por meio de sua conta no Instagram.

“Todos os dias vejo as terríveis fotos da Ucrânia na TV e parece tão errado sentar no sofá e aceitar esse situação”, escreveu Martin.

“Presto meu mais profundo respeito a todos que ajudam as pessoas que mais precisam ser protegidas: as crianças ucranianas e suas famílias.

“Eu quero fazer minha pequena parte e ajudar”.

“É por isso que decidi doar minha medalha de prata olímpica em Londres 2012 para arrecadar dinheiro para ajudar”.

Todo dinheiro arrecado pelo leilão serão destinados a Wir Helfen Kindern.

A fundação afirma que existem 7,5 milhões de crianças na Ucrânia em situação de risco e que auxiliado da forma que é possível na evacuação, transporte de água potável e apoio psicológicos as crianças vítimas traumatizadas.

O leilão de Martin está programado para terminar em 4 de abril e até o momento o lance mais alto foi de 20 mil dólares (cerca de 95 mil reais).

O ex-ciclista se aposentou no final da temporada passada e teve uma carreira vitoriosa com três medalhas de ouro no Campeonato Mundial de Contra-Relógio por equipes e 11 títulos nacionais de contra-relógio e seis vitórias em etapas do Tour de France.

Martin se junta a outros atletas que de alguma forma estão tentando arrecadar fundos para ajudar a Ucrânia, a campeã olímpica da Lituania Daina Gudzineviciute em Sydney 2000 doou sua medalha para apoiar os esforços de socorro na Ucrânia e mais recentemente o campeão paraolímpico Serhii Yemellianov iniciou um leilão de sua medalha para arrecadar fundos para as forças armadas do país.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

To Top