Bruna Takahashi ganha e avança no WTT Grand Smash de tênis de mesa


Bruna Takahashi conseguiu uma grande classificação em sua estreia no torneio individual do WTT Grand Smash, em Singapura. A brasileira, 32ª colocada no ranking mundial, fez uma partida dura contra a sul-coreana Yang Haeun (85ª) pela fase de 64 e saiu com a vitória de 3 a 2 na madrugada brasileira deste sábado (12). Além dela, Gustavo Tsuboi (40º) também entrou em ação no torneio de simples masculino, em que encarou Timo Boll, da Alemanha. Apesar de ter levado ao último set, o atleta do Brasil acabou batido por 3 a 2 e se despediu do campeonato.

O duelo de Bruna diante de Yang durou mais de 45 minutos e apresentou quase todas as parciais sendo vencidas no detalhe. A primeira delas já mostrou como seria o panorama do jogo, em que a brasileira terminou com o triunfo, mas com muito custo: 16 a 14.

A sul-coreana não quis deixar barato e voltou à mesa com muito apetite. Com isso, os dois sets seguintes foram faturados por ela, 11 a 8 e 11 a 5. Com a desvantagem no placar, Bruna teve de mostrar muito sangue frio para buscar o empate e a virada. Foi exatamente o que ela fez. Primeiro, ela triunfou na quarta parcial por 11 a 9 e, no derradeiro, a brasileira repetiu o marcador do set passado. Vitória para a número 32 do mundo, que analisou o difícil encontro que teve na fase de 64.

“Ela variava muito o jogo, então eu tinha que ir com mais calma, pois eu acabaria me perdendo se eu jogasse no ritmo dela. Por isso, eu tive de respirar e pegar um pouco mais de tempo”, analisou a brasileira.

“Eu estava conseguindo me controlar muito bem e, no final do jogo, tentei controlar o máximo possível, pois estava um pouco nervosa com uma partida muito apertada. Mas eu sabia que se eu jogasse bem taticamente eu teria muita chance de levar os pontos”, complementou.

Classificada, Bruna Takahashi também não terá vida fácil no seu compromisso seguinte. Pela fase de 32, a representante do Brasil encara uma outra asiática, Cheng I-Ching (12ª), de Taipei, confronto que ainda não tem data e horários marcados.

Feliz com a vitória em sua estreia, a única brasileira ainda viva na fase principal individual do WTT Grand Smash (contando também com o masculino) agradeceu o apoio e a torcida vindos do Brasil.

“Muito obrigada por terem assistido, pela torcida e pela energia positiva. Eu sei que aí os jogos acontecem muito cedo, mas vamos lá: fiquem comigo até a próxima”, agradeceu.

Gustavo Tsuboi vai ao quinto set, mas cai para lenda alemã


Gustavo Tsuboi e Timo Boll foram protagonistas de um grande duelo pela fase de 64 em Singapura. O primeiro set foi dominado pelo alemão que abriu larga vantagem. Tsuboi ainda tentou reagir, mas não obteve sucesso: vitória por 11 a 6 para o adversário.

Na parcial seguinte, o brasileiro teve um bom início e chegou a estar vencendo por 6 a 3, porém o europeu equilibrou o embate e teve uma oportunidade de set point, que foi eliminada pelo atleta do Brasil. Tsuboi, então, tornou a empatar, tomou a liderança para si e fechou o set em 12 a 10. Jogo empatado.

Na sequência, Gustavo teve, novamente, um bom começo de parcial, mas o número nove do mundo retomou o controle da partida e acertou uma longa sequência de pontos, o que o permitiu finalizar em 11 a 3.

O quarto set foi iniciado de maneira avassaladora por Tsuboi. Ele teve bons acertos e conseguiu abrir frente de 6 a 1. Timo Boll equilibrou um pouco os esforços e chegou a encostar no marcador, porém o brasileiro seguiu muito eficiente e concluiu a parcial em 11 a 5. Era o empate novamente no confronto.

O duelo decisivo começou com o alemão muito melhor, abrindo dianteira de três pontos. Com a situação adversa, o treinador do Brasil, Francisco Arado (Paco), solicitou tempo, que não freou o ímpeto de Boll: 11 a 5 na parcial e 3 a 2 no jogo para o mesa-tenista da Alemanha.

Além de Bruna Takahashi no torneio de simples, o Brasil ainda tem representantes nas duplas: nas masculinas, Vitor Ishiy e Eric Jouti (42ª melhor parceria no ranking mundial) se juntam para brigar por uma vaga nas oitavas de final contra Robert Gardos/Daniel Habesohn (20ª dupla no ranking mundial), da Áustria, neste domingo (13), às 3h10 (de Brasília). Já o combinado Ishiy/Bruna Takahashi (15ª) pega Sathiyan Gnanasekaran/Manika Batra (10ª) pelas oitavas de final das mistas, às 7h30.

Foto: WTT

Postar um comentário

To Top