Atleta da África do Sul é pego no doping e país pode perder título mundial do revezamento 4 x 100


 

O atleta sul-africano Thondo Dodlo, foi pego no exame antidoping pelo uso de testosterona e o título mundial alcançado pelo país no Mundial de Revezamento, realizado em 2021 na Polônia, pode ser dado para a Itália, que ficou na segunda colocação.


O hormônio testosterona serve como anabolizante no organismo do atleta e foi detectado no resultado de um teste realizado em abril do ano passado, durante o campeonato sul-africano de atletismo. O mundial foi realizado em maio.


Dodlo foi suspenso por 30 meses e a punição é retroativa, ou seja, assim que decretada, conta a partir do dia da realização do exame. Isso significa que o atleta deve ter seu resultado anulado e o time formado junto de Akani Simbine, Gift Leotlela e Clarence Munyai pode ser desclassificado da prova.


Com isso, o quarteto italiano, formado por Marcell Jacobs, Filippo Tortu, Fausto Desalu e Davide Manenti, ouro nos Jogos de Tóquio-2020, irão herdar o título. O Japão ficará com a prata e a Dinamarca, com o bronze.


O Brasil disputou a prova com a presença de Paulo André, atualmente no Big Brother Brasil, e chegou na segunda colocação, porém, foi desclassificado após Derick Silva pisar na raia adversária.


Foto: Reprodução/@wasilesia2021

Postar um comentário

To Top