Suzanne Schulting domina prova desde as eliminatórias e fica com o ouro nos 1000m

Suzanne Scuhulting comemora medalha com os punhos fechados e sorri

A neerlandesa Suzanne Schulting se tornou nesta sexta (11), a bicampeã olímpica dos 1000m feminino, na patinação de velocidade em pista curta. Ela dominou a final, passando em primeiro lugar em todas as voltas. A prata ficou com a coreana Minjeong Choi e o bronze com a belga Hanne Desmet.


Embora tenha liderado a prova inteira, na última volta, ele precisou esticar o pé direito para garantir a vitória, após Choi conseguir encostar e quase tirar o ouro da neerlandesa. A coreana se emocionou bastante com seu resultado e caiu em lágrimas, sendo abraçada por toda a delegação do seu país.


Ela era favorita para essa prova em PyeongChang-2018, quando competia em casa, mas acabou ficando na quarta colocação.


A italiana Arianna Fontana estava segurando a prata até a penúltima volta, quando acabo bloqueando a norte-americana Kristen Santos e levou as duas ao chão. Após a prova, a italiana acabou desclassificada.


Schulting começou avassaladora, logo nas quartas de final, ela quebrou o recorde mundial da prova, fazendo a marca de 1:26.514. Antes, ela já havia batido o recorde olímpico nas baterias eliminatórias, com o tempo de 1:27.292. 


Ainda nesta sexta, foram realizadas as classificatórias para o revezamento 5000m masculino. Se classificaram para a final: Canadá, Itália, Comitê Olímpico Russo, Coreia do Sul e China. O time chinês sofreu com uma queda na semifinal, quando um dos atletas acabou escorregando sozinho.


A classificação veio após vantagem dada pela arbitragem. A final do revezamento será na quarta-feira, dia 16, às 09h40.


Foto: Eloisa Lopez/ Reuters


Postar um comentário

To Top