Irene Schouten fecha Pequim-2022 com três ouros na patinação de velocidade

De laranja e emocionada, Irene Schouten comemora seu terceiro ouro em Pequim-2022

A patinadora neerlandesa Irene Schouten conquistou neste sábado (19) sua quarta medalha em Pequim-2022, sendo a terceira de ouro, após vencer a prova da largada em massa no photo finish. Ela venceu as provas dos 3000m e dos 5000m e já são no total, cinco medalhas olímpicas na carreira. No masculino, Bart Swings conquistou o primeiro ouro da Bélgica na modalidade e o primeiro do país em qualquer modalidade desde St. Moritz-1948.


A prova começou dominada pela canadense Valerie Maltais, que passou dois sprints na frente. No último sprint, a atual campeã mundial da prova, a também neerlandesa Marijke Groenewoud acabou caindo e a prova foi para o final indefinida.


Schouten disparou na última volta junto de Ivanie Blondin (CAN) e Francesca Lollobrigida (ITA), com as três disputando deslizada a deslizada o ouro. A neerlandesa conseguiu por o pé na frente e pode comemorar mais um título. Irene marcou 60 pontos, Blondin 40 e Lollobrigida 20.


No masculino, Bart se manteve na frente durante toda a prova, sua pior posição foi a sexta colocação. Ele passou no segundo e no terceiro split entre os três primeiros e acumulou três pontos. 

Bart Swings comemorando com a bandeira da Bélgica após a prova (Foto: Phil Noble/ Reuters)

Mas seu ápice foi quando o sino tocou indicando última volta. Na terceira posição, o belga apertou o passo e ultrapassou os dois sul-coreanos, para vencer no photo finish, com apenas seis centésimos de diferença entre eles. Com 40 pontos, Chung Jae Won foi prata e com 20, Lee Seung Honn levou o bronze. 


Agora com uma medalha dourada, a Bélgica tem três medalhas na patinação de velocidade, sendo duas de Bart, prata na mesma prova em PyeongChang-2018.


Foto: Susana Vera/ Reuters



Postar um comentário

To Top