Duda Ribera e Jaqueline Mourão não completam a semifinal do sprint em equipe do esqui cross-country


Não havia uma melhor prova para fazer uma passagem de bastão. O Brasil competiu nesta quinta-feira (16) no sprint em equipe do esqui cross-country nos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022. O evento marcou uma possível despedida olímpica da veterana Jaqueline Mourão (após oito participações), que competiu ao lado da jovem Duda Ribera de apenas 17 anos.

O desafio para as brasileiras era grande. A prova consistia em 6 voltas de 1,5km ao longo do duro percurso do centro de esqui de Zhangjiakou. Em uma semifinal forte, contra países como Noruega, Suécia e Comitê Olímpico Russo (ROC), a meta das brasileiras era não virarem retardatárias para poderem terminar a prova.

Jaqueline Mourão foi a primeira no revezamento, entregando para Duda Ribera no fim da primeira volta com 40 segundos de desvantagem para o grupo das líderes. As brasileiras foram perdendo tempo em relação às primeiras colocadas. Ao final da quarta volta, pouco antes de Duda entregar para Jaqueline, a equipe do Brasil foi alcançada pelo time russo, sendo eliminada da prova.

As quatro melhores esquipes de cada semifinal, além das duas melhores por tempo, avançaram para a disputa da medalha. As finalistas são: ROC, Finlândia, Suécia, Noruega, França, Polônia, Alemanha, Estados Unidos, Áustria e Suíça. 

Foto de capa: Alexandre Castello Branco/COB

Postar um comentário

To Top