COI recomenda suspensão de atletas russos e bielo-russos durante a guerra

Thomas Bach com os anéis olímpicos ao fundo

O Comitê Olímpico Internacional (COI) divulgou nesta segunda (28), um comunicado pedindo a suspensão de atletas da Rússia e de Belarus das competições internacionais, enquanto estiver ocorrendo a guerra na Ucrânia.


A punição ocorre em razão da quebra da trégua olímpica por parte dos dois países. A invasão é russa, porém para isso, eles usaram o território bielo-russo, principal aliado neste momento. O COI recomenda a suspensão em todos os eventos internacionais: Jogos Olímpicos e Paralímpicos, Campeonatos Mundiais e Copas do Mundo.


Na nota, a entidade fala em ter uma postura justa e que os atletas não devem pagar pelas atitudes de seus governos. Porém, os atletas ucranianos estão impossibilitados de competir, já que seu país foi invadido e alguns podem ser convocados para o front a qualquer momento.


A participação dos dois países na Paralimpíada de Inverno, ainda está indefinida e deverá ser decidida na quarta. A ida de atletas ucranianos é uma incógnita, já que o espaço aéreo ucraniano está fechado.


O COI pediu também as federações que árbitros e oficiais não sejam chamados para estes eventos, reforçou que as bandeiras e os hinos dos dois países não apareçam. O comitê ainda deixou claro que nenhuma competição deve ser realizada na Rússia e em Belarus e agradeceu as mensagens de solidariedade de atletas do mundo inteiro com a Ucrânia, sobretudo de atletas russos.


Surte + Atletas ucraninanos pressionam COI pela suspensão da Rússia e de Belarus


Por causa da invasão, Vladimir Putin, Dmitry Chernyshenko (ex-primeiro ministro) e Dmitry Kozak (ex-chefe de gabinete) tiveram sua ordem olímpica, prêmio dado a personalidades que colaboram com o o movimento olímpico, retirada. 


Enquanto isso, competições continuam sendo retiradas da Rússia. Nesta segunda, a FINA (Federação Internacional de Natação) anunciou que o Mundial Júnior, marcado para agosto, está cancelado e o mesmo aconteceu com o Mundial de piscina curta. Na sexta, a federação cancelou a etapa de Kazan da World Series de nado artístico e saltos ornamentais.


Foto: Tyrone Siu/Reuters

Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top