Após anunciar ausência, Taiwan diz que COI obriga presença da delegação nas cerimônias de Pequim-2022

Delegação de Taiwan em PyeongChang-2018

Após a Secretaria de Esportes de Taiwan anunciar a ausência nas cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos de Inverno Pequim-2022, o comitê olímpico do país disse nesta terça (01), que o COI (Comitê Olímpico Internacional) obriga que a delegação esteja presente nos dois eventos.


A decisão foi tomada alegando precaução contra a Covid-19 e problemas de logística, mas ela foi tomada em meio a tensão entre os governo da China e de Taiwan, sobre a nomenclatura do segundo. Durante uma entrevista coletiva, um representante do alto escalão do governo chinês se referiu a Taiwan como "Taipei, China", enfurecendo os taiwneses.


Taiwan é uma ilha a 180km a sudoeste da China, com sistema político diferente da China continental, sendo uma democracia semipresidencialista e com voto universal. Eles lutam pela sua soberania e independência, além do reconhecimento internacional.


A delegação taiwanesa terá quatro atletas, três mulheres e um homem. Os Jogos de Inverno começam nesta sexta e terminam no dia 20 de fevereiro, com transmissão da Globo e do Sportv 2.


Foto: Kai Pfaffenbach/ Reuters

Postar um comentário

To Top