Grã-Bretanha e Países Baixos tomam medidas para evitar espionagem chinesa em Pequim-2022



Temendo ações de espionagem chinesas durante os Jogos de Inverno, a Grã-Bretanha e os Países Baixos resolveram fazer recomendações aos seus atletas. Os britânicos irão dar celulares temporários a toda a delegação e os neerlandeses receberam um aviso para deixarem seus celulares e laptops na Europa.


Ambos os países se preocupam com a possibilidade das autoridades chinesas instalarem algum spyware, nome dado a um software malicioso que ao infectar seu dispositivo, coleta dados pessoais como suas informações financeiras, além do histórico de navegação na internet.


Os neerlandeses também irão receber dispositivos para  serem usados apenas durante o período dos Jogos na China. Ao voltarem, todos os aparelhos serão destruídos. 


"Nós demos conselhos práticos aos atletas e funcionários para que eles possam fazer suas próprias escolhas sobre levar ou não seus dispositivos pessoais para os Jogos. Onde eles não querem levar seus próprios equipamentos, nós fornecemos dispositivos temporários para eles usarem.”, disse um porta-voz da Associação Olímpica Britânica.


A Olimpíada de Inverno Pequim-2022 acontece de 4 a 20 de fevereiro, com transmissão da Globo e do Sportv, além de cobertura completa do Surto Olímpico.


Foto: Pawel Kopczynski/ Reuters

Postar um comentário

To Top