Brasil atropela Costa Rica e garante vaga no Mundial de Handebol masculino em 2023

Chiuffa arremessa contra o gol costarriquenho

O Brasil está classificado para as semifinais do Torneio Sul-Centro de Handebol Masculino. A vaga na próxima fase foi conquistada com a vitória por 49x13 contra a Costa Rica, nesta quarta-feira, no Recife. Os guerreiros não tiveram dificuldade para vencer o time costarriquenho e confirmar presença na próxima fase da competição com dois resultados positivos em dois jogos disputados. 

Além de se manter na briga pelo título do torneio, a Seleção ainda garantiu uma das quatro vagas do continente para o Mundial da Suécia/Polônia, em 2023. Chile, Argentina e Uruguai também estão com o passaporte carimbado para o Campeonato.

Aequipe foi superior à Costa Rica durante todo o jogo. O técnico Marcus Tatá entrou com uma equipe um pouco modificada em quadra em relação à que iniciou contra o Paraguai. Ele manteve o pivô Rogério e os armadores Haniel, Gustavo e João Pedro, mas nas pontas substituiu Chiuffa por Rudolph e Torriani por Kleber. Bombom também começou no gol.

A alteração foi explicada logo nos primeiros minutos da partida, quando os dois pontas e o pivô Rogério puxaram praticamente todos os contra-ataques em velocidade. Era só o defensor pegar na bola que levantava a cabeça para encontrar um dos três livre para lançar. Essa estratégia tinha dado certo no dia anterior, contra o Paraguai, e foi repetida contra o time da Costa Rica.

No sistema defensivo, ao invés de Thiagus, quem substituía João Pedro era Ponciano, que mostrou mais uma vez que está em uma grande fase e contribuiu de fora decisiva para o bom desempenho do sistema defensivo. No final dos 30 minutos iniciais, o placar marcava 27x7 para o Brasil, com Chiuffa como o grande artilheiro, com 8 gols, seguido de Torriani e Rogério, com quatro gols cada um.

Na segunda etapa, o Brasil permaneceu em cima da Costa Rica para ampliar ainda mais o placar. O treinador brasileiro continuou rodando todos os atletas em quadra, inclusive o goleiro Rangel, que atuou durante os 30 minutos finais. Enquanto a Seleção atuava para frente, chegando a marcar 22 gols no tempo final, a Costa Rica tinha muita dificuldade de passar pelo paredão brasileiro. Tanto que fez apenas 6 gols , fechando o placar final em 49x13.

O melhor jogador da partida também foi brasileiro. O escolhido foi o armador central João Pedro. O artilheiro foi Chiuffa, com 10 gols, seguido de Rudolph, com 8.

Nesta quinta-feira (27), o Brasil enfrenta o Chile, na última rodada da primeira fase, para definir quem será o primeiro colocado do grupo e vai enfrentar o segundo colocado do Grupo A, que está entre Uruguai e Argentina. O confronto contra os chilenos está marcado para as 20h, no Geraldão, no Recife.

Foto: Fredson Silva

Postar um comentário

To Top