Atletas de vôlei de praia entram em colisão com a CBV por novo circuito brasileiro e protestam: "Não somos mercenários"



O novo formato do circuito brasileiro de vôlei de praia vem causando polêmicas entre jogadores e a Confederação Brasileira de Vôlei. Após muitas duplas não se inscreverem para a primeira etapa do campeonato, que será disputada em Saquarema a partir de 2 de fevereiro, Guilherme Marques, gerente da modalidade, e Marcelo Hargreaves, diretor de novos negócios da entidade, declararam em entrevista ao site Globoesporte.com que os atletas contrários ao novo formato do circuito brasileiro querem uma premiação maior e que o formato tinha sido aprovado por eles antes.


A declaração fez a Comissão de atletas de vôlei de praia fazer uma postagem em suas redes sociais, onde refutam essa acusação de o boicote feito pelas duplas sejam apenas por motivo financeiro e enumeraram os fatores que levaram a essa desistência de participar das etapas, pedindo a volta do sistema de competição antigo e a exclusão da ideia do torneio classificatório para a etapa seja disputada em partidas de set único de 25 pontos.


" Não se trata apenas do dinheiro. Estamos falando do vôlei de praia. Estamos falando de vidas. De sonhos. Estamos falando de um país que torce e espera de nós sempre o melhor resultado. Chegou a hora de lutarmos pelo ouro também fora das quadras. Chegou a hora de todos lutarmos. JUNTOS! Estamos abertos ao diálogo com a Confederação neste momento. Assim como estivemos desde o início." explica a nota


As duplas Vitor Felipe e Renato, George e Andre Stein, Pedro Solberg e Arthur Lanci, Alison e Guto, Lipe e Anderson Melo (masculino), Ana Patricia e Duda, Carol Solberg e Barbara Seixas, Maria Elisa e Fernanda Berti e Elize Maia e Thâmela não se inscreveram para essa primeira etapa que usará um novo formato de disputa onde O top 8 será disputado pelas sete melhores duplas do ranking, mais o vencedor do torneio aberto anterior, que englobará do oitavo do ranking para baixo, com um total de 16 duplas, sendo treze definidas pelo ranking, uma de jovens sub-21 e duas vindas do classificatório da própria competição;


Confira abaixo a nota completa da Comissão:



Foto: Reprodução

Postar um comentário

To Top