B.boy Luan San termina na 4° colocação no Mundial de Breaking


O B.boy brasileiro, Luan San, terminou na quarta colocação no Mundial de Breaking da WDSF, disputado em Paris, neste sábado (4). Esta foi a melhor colocação alcançada por um dançarino brasileiro em um grande evento, após a confirmação da modalidade nos Jogos Olímpicos de 2024.

Este foi o primeiro grande evento realizado pela WDSF (World Dance Sport Federation) após a confirmação oficial da modalidade nos Jogos de Paris 2024. O Brasil teve quatro representantes no evento, os B.boys Luan San e Ratin; e as B.girls Itsa e Nathana.

Na competição feminina o Brasil não teve tanta sorte. Ambas as brasileiras não avançaram para a fase eliminatória. Enquanto Nathana ficou na fase preliminar, Itsa foi eliminada na fase de grupos, após ter que encarar uma das principais dançarinas da atualidade, a B.girl Jilou, da Alemanha. A vencedora do evento foi a B.girl Ayumi, do Japão, batendo a sua compatriota, Ami, na final. A medalha de bronze ficou com a alemã Jilou, que superou a italiana Anti, na decisão do terceiro lugar

No masculino, Ratin, conseguiu avançar para a fase de grupos, mas não teve tanta sorte, caindo na chave dos B.boys Shigekix, do Japão, e Phil Wizard, do Canadá. Ambos estão entres os melhores do mundo, e o canadense, inclusive, foi vice-campeão do Red Bull BC One deste ano.

Luan, no entanto, conseguiu avançar para as quartas de final do evento, aonde ele encarou o B.boy Gun, da Rússia, e saiu vencedor por 2 rounds a 1. Na semifinal, ele precisou enfrentar o estadunidense Victor, sendo derrotado por 2 rounds a 0. Na disputa do terceiro lugar, Luan teve uma pedreira pela frente, o cazaque Amir, atual campeão do Red Bull BC One. Ele acabou perdendo a disputa, e ficando na quarta colocação. O vencedor foi o estadunidense Victor, e o segundo lugar com o canadense Phil Wizard.

Apesar desta ter sido apenas a segunda edição do mundial desta modalidade, organizada pela WDSF, foi a primeira vez que o Brasil participou com uma comissão própria desta dança. A primeira edição do mundial aconteceu em 2019 e, coincidentemente, o único brasileiro na ocasião foi o B.boy Luan San, terminando na 23° posição.

Foto de Capa: Reprodução/Youtube

Postar um comentário

To Top