Rayan Castro e Rafael Andrade ficam em sétimo lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Rayan Castro e Rafael Andrade ficam em sétimo lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim

Compartilhe
Rayan Castro e Rafael Andrade esticados no ar, na horizontal

Os brasileiros Rayan Castro e Rafael Andrade ficaram em sétimo lugar no Campeonato Mundial de Ginástica de Trampolim, disputado em Baku, no Azerbaijão. A dupla participou da final do trampolim sincronizado masculino e conseguiram o melhor resultado do Brasil na prova.

Rayan e Rafael conseguiram 48.270 pontos. Os brasileiros fizeram uma boa apresentação, mas perderam alguns pontos no final quando Rafael terminou a última acrobacia fora da área de aterrissagem. 

A vitória foi de Andrei Builou e Aleh Rabtsu de Belarus com 52.930 pontos. Os alemães Fabian Vogel e Matthias Pfleiderer ficaram com a prata (52.290). Bronze para Josuah Faroux e Pierre Gouzou de França (52.050).

Na final feminina, ouro para a China com Hu Yicheng e Zhang Xinxin vencendo com 50.190 pontos. Prata para as japonesas Tamura Narumi e Mori Hikaru (49.630) e bronze para as portuguesas Catarina Nunes e Beatriz Martins (46.670).

Camila Lopes para na semifinal

No trampolim individual feminino, Camila Lopes terminou na 14ª colocação, repetindo o resultado do Mundial de 2018, que é o melhor resultado do Brasil na prova em Campeonatos Mundiais. A brasileira fez 52.970 pontos, ficando 0.720 atrás de Melania Rodriguez da Espanha, que ficou com a última vaga para a final. A líder da semifinal foi a chinesa Cao Yunzhu com 55.725.

Camila Lopes saltando no ar. A ginasta segura as suas pernas na posição carpada. Ela veste um leotard púrpura
Camila Lopes na qualificação do Mundial - Foto: Filippo Tomasi/CBG
Na prova masculina, uma surpresa. O campeão olímpico Ivan Litvinovich de Belarus não conseguiu completar a sua série e ficou apenas no 23ºlugar. A China novamente ficou na liderança da semifinal com Yan Langyu avançando para a final com a melhor nota (61.095).

Neste sábado (20), também aconteceram duas finais de provas que não estão no programa olímpico. No tumbling feminino, Megan Keayl da Grã-Bretanha venceu com 67.800 pontos na soma das suas duas passadas. Prata para Lucie Tumonie da França (66.800) e bronze para a belga Tachina Peters (66.500). 

O russo Vasilii Makarski ganhou o ouro no duplo-mini masculino com 77.400 pontos no somatório das suas duas apresentações. O português Diogo Cabral ficou com a prata (75.100) e Ruben Padilla dos Estados Unidos levou o bronze (74.900).

Foto: Filippo Tomasi/CBG

Nenhum comentário:

Postar um comentário