IBU diz que somente pessoas testadas contra Covid 19 poderão participar da Copa do Mundo de Biatlo - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

IBU diz que somente pessoas testadas contra Covid 19 poderão participar da Copa do Mundo de Biatlo

Compartilhe

 

A Federação Internacional de Biatlo (IBU) anunciou que somente atletas e todo o staff técnico testados pelo exame PCR para Covid 19 terão a permissão de participar de eventos organizados pela entidade.

O Conselho Executivo da IBU anunciou seus protocolos contra Covid 19 para temporada, que se iniciará no dia 27 de novembro no resort sueco de Ostersund, em etapa da copa do mundo da modalidade.

A Copa do Mundo de Biatlo será disputado exclusivamente na Europa, área onde tem havido crescimento da doenças nos últimos dias.

A competição retornará após ter uma temporada gravemente afetada pela doença em 2020/2021, forçando a IBU a fazer uma séries de mudanças, incluindo o cancelamento do evento no local onde será disputado as Olimpíadas de Inverno de 2022 e substituí-lo por um evento em Nové Mesto na República Tcheca.

Vários competidores também testaram positivo e foram colocados em quarentena ao decorrer da competição.

O presidente do IBU, Olle Dahlin, espera mais problemas nesta temporada: “a principal prioridade do IBU para temporada 2021-2022 é proteger a saúde dos atletas e participantes do evento e garantir competições seguras e justas durante a pandemia Covid 19 em curso”.

Além de ter que ser totalmente vacinado ou regularmente testado por PCR, os participantes do evento com chancela do IBU deverão usar máscaras em todas instalações interna dos locais.

Em reunião junto a especialistas médicos, foi informado que a vacinação dos atletas será a forma mais eficaz de realizar os eventos com segurança.

Os participantes não vacinadas, terão que fornecer testes PCR negativos para entrar e permanecer nas bolhas criadas para os eventos.

O mesmo requisito de teste PCR será utilizado para quem tiver sido vacinado por vacinas que não são reconhecidas pelos países anfitriões das competições.

Dependendo da sede do evento, poderão ser feitas exigências adicionais como quarentena obrigatória.

O IBU, em conjunto com as suas Comissões Organizadoras e Federações Nacionais, revelou que está em contato com as autoridades dos países sede para encontrar soluções que garantam direito justos a todos.

 Foto: Luciano Solero/ EPA-EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário