Corinthians vence Santa Fé por 2 a 0 e conquista a América pela terceira vez - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Corinthians vence Santa Fé por 2 a 0 e conquista a América pela terceira vez

Compartilhe


Soy loco por tri, América! O Corinthians conquistou neste domingo pela terceira vez a Copa Libertadores feminina, após vencer o Independiente Santa Fé (COL) por 2 a 0, com gols de Adriana e Gabi Portilho no Gran Parque Central em Montevidéu, no Uruguai. Gabi Zanotti foi eleita a melhor em campo.


As "brabas" foram melhores durante toda a partida, recebendo poucos sustos da equipe colombiana e sendo efetivas no ataque. A defesa foi um dos pontos fortes do time na competição, sofrendo apenas dois gols. Já o ataque brilhou, marcando no total 24 gols em seis partidas. 


O clube leva 85 mil dólares em premiação. O time do povo é o segundo brasileiro a ser tri da competição, antes o São José havia alcançado tal feito. Os primeiros títulos corintianos foram em 2017 e 2019, sendo que em 17 foi ainda na parceria com o Audax. Em 2020, elas foram as terceiras colocadas.


O Corinthians agora vai em busca da tríplice coroa, juntando Brasileirão, Libertadores e Paulistão, que será decidido em dezembro contra o São Paulo.


Antes do início da partida, as jogadoras e comissão técnica do Corinthians se ajoelharam e levantaram as mãos contra o racismo, gesto que foi feito também no jogo do time masculino.


O jogo

A equipe colombiana começou pressionando e com um minuto de jogo, mandou uma bola no travessão em chute de Salazar. Aos oito, Kemeli salvou o Corinthians em cobrança de falta e um minuto depois, o time alvinegro abriu o placar após cruzamento de Vic Albuquerque para Portilho, que tocou para Adriana conferir de cabeça.

Jogadoras do Santa Fé vendo a bola balançar a rede após cabeçada de Adriana (Foto: Conmebol)

O Timão chegou ainda com Portilho, que acabou mandando a bola por cima do gol. Aos 30, Guarecuco roubou a bola em saída errada de Yasmim e chutou com o gol vazio para fora. Perto do intervalo, Tamires foi lançada por Zanotti na lateral e viu Portilho chegando na área. A capitã cruzou e a meia completou de carrinho para ampliar a vantagem. 


Durante o intervalo, a torcida organizada Gaviões da Fiel, conseguiu chegar ao estádio para apoiar o time. A torcida fez uma viagem de ônibus que saiu na sexta-feira de SP.


A primeira chegada de perigo do segundo tempo foi do Santa Fé, mas apenas aos 15 minutos, com Gauto batendo de longe e a bola passando por cima, a centímetros do gol. Arthur só mexeu no time com 23 minutos de jogo, colocando Poliana e Jhennifer, no lugar de Katiuscia e Vic Albuqerque, respectivamente.


O alvinegro não chegava, mas também não sofria, segurando bem a partida e contando com o apoio do torcedor, que fazia bastante barulho. Aos 40, Arthur tirou Portilho e Tamires, aplaudidas pelo público para colocar Andressinha e Grazi, que entrou para levantar a taça. 


A árbitra deu quatro minutos de acréscimos, que serviram para a torcida corintiana cantar "Tá chegando a hora" e enaltecer o tricampeonato.


Ficha Técnica

Corinthians: Kemelli, Katiuscia (Poliana), Gabi Campiollo, Yasmim e Juliete; Diany (Ingryd), Gabi Zanotti, Gabi Portilho (Andressinha) e Tamires (Grazi); Vic Albuquerque (Jhennifer) e Adriana

Técnico: Arthur Elias


Independiente Santa Fé: Tapia, Gutiérrez (L.Ramos), Rangel, N.Ramos e Acosta; Salazar, Robledo, Gauto; Romero (Chaon), Celis (Cuesta) e Guarecuco (Peña)

Técnico: Albiero Erazo


Foto em destaque: Reprodução/ Conmebol

Nenhum comentário:

Postar um comentário