COI promete resolver com Pequim 2022 as acusações de impedir a cobertura dos Jogos - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

COI promete resolver com Pequim 2022 as acusações de impedir a cobertura dos Jogos

Compartilhe

O Comitê Olímpico Internacional (COI) prometeu abordar as preocupações sobre liberdade de imprensa nos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022, após duras críticas de um grupo que representa meios de comunicação estrangeiros na China.

O clube de Correspondentes Estrangeiros da China (FCCC) fez duras críticas as autoridade chinesa de “impedir continuamente” as tentativas de cobrir a preparação da competição, em comportamento que segundo a entidade violar a Carta Olímpica.

A regra 48 da Carta Olímpica exige que o COI tome “todas as medidas necessárias para garantir a cobertura mais completa dos Jogos pelos diferentes meios de comunicação e o maior público possível no mundo”.

A China prometeu que “a mídia que busca reportar sobre os Jogos teria liberdade para reportar e também estaria livre para reportar sobre os preparativos para os Jogos”, mas os organizadores até agora não cumpriram isso, de acordo com a FCCC.

Em resposta às declarações do FCCC, porta-voz do COI disse: “O COI dá grande importância ao trabalho da mídia global e a cobertura dos Jogos Olímpicos”.

“Hoje, fomos informados sobre as preocupações específicas da FCCC por meio de sua declaração e iremos trata-las com o Comitê Organizador de Pequim 2022”.

A alegação é que a linha direta de integridade estava com problemas, mas que já foram corrigidos e que essa ferramenta serve para comunicar qualquer violação contra os jornalistas que trabalham na cobertura dos Jogos Olímpicos.

Foto: AFP/ Behrouz Mehri

Nenhum comentário:

Postar um comentário