China sai com 3 ouros de 4 possíveis no Mundial de tênis de mesa



A China confirmou o seu favoritismo no Mundial de tênis de mesa, realizado em Houston, nos Estados Unidos e ficou com 75% dos ouros do campeonato. O país conquistou o título nos dois torneios de simples e nas duplas femininas, a única categoria sem título foi a das duplas masculinas, onde levaram o bronze. 


Fan Zhendong ficou com o título do individual masculino após derrotar o sueco Truls Moregard, de apenas 19 anos, por 4 a 0 (11/6, 11/9, 11/7 e 11/8). Moregard chamou a atenção do mundo inteiro após eliminar na semifinal, o experiente alemão Timo Boll, ex-número um do mundo. Os bronzes ficaram com o alemão e com o Liang Jingkun, algoz de Hugo Calderano nas quartas de final.


No individual feminino, o pódio foi todo chinês. Wang Manyu venceu Sun Yingsha por 4 a 2 (11/13, 11/7, 6/11, 11/6, 11/8, 17/15) e levou o ouro. Chen Mang e Wang Yidi completaram o pódio.


Yingsha não saiu sem título, já que fez dupla com Manyu e venceu nas duplas, derrotando Ito Mima e Hayata Hina por 3 a 0 (11/9, 11/7 e 11/8). A outra dupla chinesa Qian Tianyi e Chen Meng ficou com um dos bronzes e Sarah de Nutte e Xia Lian NI, de Luxemburgo ficaram com o outro.


Apenas nas disputas por duplas masculinas a China não foi a final. Nessa categoria, os suecos Kristian Karlsson e Mattias Falck derrotaram os sul-coreanos Jang Woojin e Lim Jonghoon por 3 a 1 (11/8, 15/13, 11/13, 12/10). Lin Gaoyuan e Liang Jingkun, garantiram o bronze para a China e Togami Shunsuke e Uda Yukiya garantiram para o Japão. 


Foto: Divulgação/WTT

0 Comentários