Brasil varre disputa por equipes e conquista o ouro nos dois naipes - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil varre disputa por equipes e conquista o ouro nos dois naipes

Compartilhe

Quem manda no tênis de mesa nas Américas, é o Brasil. As equipes feminina e masculina conquistaram nesta sexta (19), o ouro no Pan-Americano da modalidade, em Lima, no Peru. A equipe feminina formada por Bruna Takahashi, Jéssica Yamada e Caroline Kumahara venceram o Canadá por 3 a 1 e a masculina formada por Eric Jouti, Gustavo Tsuboi e Vitor Ishiy derrotaram o Chile pelo mesmo placar.


Esse foi o quarto título do país na categoria masculina, que ficou com o ouro em todos os Pans já realizados. No feminino, esse foi o terceiro, perdendo apenas em 2019. Bruna Takahashi e Vitor Ishiy levaram o segundo ouro deles na competição, já que os dois venceram nas duplas mistas.


A delegação brasileira fecha sua participação com quatro ouros. Foram eles os dois por equipes, duplas mistas e individual masculino com Hugo Calderano, que subiu para o quarto lugar no ranking mundial. Ainda tiveram a prata de Bruna no individual feminino, o bronze de Vitor Ishiy, Caroline Kumahara e nas duplas masculinas e mistas, totalizando nove medalhas.


Os dois times ainda garantiram a classificação no Mundial por equipes, que será realizado em 2022, na China.


As disputas

As canadenses venceram o primeiro jogo com Zhang por 3 a 1 (8/11, 12/10, 9/11 e 6/11), mas daí em diante só deu Brasil. Bruna atropelou Fu Ching Nam, ganhando de 3 a 0 (11/7, 11/8 e 12/10), com direito a virada no último set. Na terceira partida, Jessica venceu Ivy Liao por 3 a 1 (11/5, 9/11, 11/8 e 11/5) e Takahashi voltou na última partida, derrotando Zhang por 3 a 2 (12/10, 6/11, 5/11, 12/10 e 11/6).

 

Na campanha, elas passaram pela fase de grupos com 100% de aproveitamento, nas quartas de final venceram Porto Rico por 3 a 0 e na semifinal, tiveram um confronto difícil contra os Estados Unidos, vencendo por 3 a 2. Lilly Zhang venceu seus dois confrontos, sendo 3 a 1 (10/12, 12/10, 11/6 e 11/5) em cima de Kumahara e de Bruna Takahashi, com parciais 11/5, 9/11, 13/11 e 11/6. 


Bruna venceu Amy Wang por 3 a 2 (2/11, 11/7, 8/11, 11/7 e 11/9), assim como Caroline, que venceu a norte-americana por 3 a  1 (11/5, 11/4, 7/11 e 11/7). Jéssica venceu seu único confronto, contra Sarah Jalli, por 3 a 1, com parciais 14/12, 11/13, 11/4 e 11/7.


O Chile venceu a primeira com Gustavo Gomez por 3 a 2 (8/11, 7/11, 11/7, 11/7 e 5/11), mas depois só deu Brasil. Vitor venceu Juan Lamadrid por 3 a 1 (11/4, 11/7, 8/11 e 11/3), Gustavo Tsuboi derrotou de virada no último game Felipe Olivares em 3 a 2 (6/11, 7/11, 11/8, 11/7 e 13/11) e Vitor Ishiy deu o título após fazer 3 a 2 (9/11, 11/3, 8/11, 11/6 e 11/6) em Gomez.


Eles ficaram de bye nas quartas e entraram direto na semifinal contra a Argentina, vencendo por 3 a 1. Os hermanos saíram na frente com Horácio Cifuentes vencendo Eric por 3 a 2 (11/4, 5/11, 11/9, 16/14 e 11/6), no segundo jogo, Vitor devolveu o placar com parciais 13/15, 6/11, 11/9, 11/8 e 11/7. 


Tsuboi virou o jogo para o Brasil ao atropelar Santiago Lorenzo com o placar de 3 a 0 (11/8, 11/9 e 11/9) e Vitor fechou a conta com 3 a 0 (11/4, 11/8 e 11/9) em cima de Cifuentes.


Foto:Santiago Regaira/ ITTF Americas

Nenhum comentário:

Postar um comentário