Brasil goleia Índia por 6 a 1 na despedida de Formiga da seleção brasileira - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil goleia Índia por 6 a 1 na despedida de Formiga da seleção brasileira

Compartilhe



Valeu Formiga! A seleção brasileira se despediu nesta quinta (25) de uma de suas maiores jogadoras com goleada diante da Indía por 6 a 1 no primeiro jogo do time no Torneio Internacional de futebol feminino em Manaus. Os gols foram de Geyse, Debinha, Ary Borges (duas vezes), Kerolin e Giovana. Manisha fez o gol indiano. No jogo preliminar, o Chile venceu a Venezuela por 1 a 0 com gol de Yanara Aedo. 


Miraildes Maciel Mota, a Formiga, jogou 234 partidas pela seleção, participando de sete Copas do Mundo e sete Olimpíadas. Ela estreou no time com 17 anos e é a única jogadora a participar de todas as edições de Copa e torneio olímpicos femininos de futebol até aqui. 


A lenda marcou 37 gols com a amarelinha, conquistou três ouros em Jogos Pan-Americanos (2003, 2007 e 2015), duas pratas olímpicas (2004 e 2008) e vice-campeã da Copa do Mundo da China-2007. Ela ainda tem na conta seis títulos da Copa América e torneios internacionais realizados em São Paulo e Manaus. O dia foi especial também, por ser a primeira vez que sua mãe pode vê-la jogando no estádio.


Após a sua filha entrar, ela ficou vendo o jogo do gramado. A meia recebeu homenagens antes do jogo, no intervalo e após o apito final. Ela teve três oportunidades claras de gol, mas acabou não marcando. 


Entre as homenagens, as duas seleções se juntaram e aplaudiram a meia. Ao final da fila feita pelas jogadoras estava Marta com um buquê de flores. Emocionada, a rainha fez um discurso e ajoelhou para entregar as flores para Formiga. Em seu discurso, a agora aposentada da seleção elogiou Marta, agradeceu a sua mãe e a todos que a ajudaram na caminhada.

O jogo 

Homenageada da noite, Formiga começou no banco, mas pode ouvir o hino com as jogadoras titulares e entrou na foto oficial do jogo. Antes do apito inicial, foi exibido um vídeo com momentos de sua carreira na seleção, ao final do filme ela chorou e recebeu uma placa em tributo aos seus feitos.


Aos 50 segundos de jogo, Debinha foi lançada e de primeira chutou mas a goleira defendeu, no rebote a atacante não perdoou e abriu 1 a 0 no placar. A segunda chega da seleção foi mais uma vez com a atacante do North Carolina, que cruzou para Giovana, que cabeceou para fora.


Com oito minutos de partida, Manisha desceu pela esquerda e bateu cruzado para empatar o jogo. Em cobrança de falta, Duda tocou de primeira e a bola acabou explodindo no travessão. 


Após a parada técnica o Brasil teve boas chances e aos 36, Ary chutou rasteiro e a zaga afastou, no rebote, Giovana chutou no canto para colocar a seleção de volta em vantagem. 

Giovana comemora o seu gol (Foto: Thaís Magalhães/CBF)

Durante o intervalo, Formiga recebeu mais homenagens, mas não entrou na volta. Aos seis minutos, Ary recebeu de Debinha e cortou para direita para marcar e ampliar a vantagem no marcador. Dois minutos depois, em jogada de pé em pé, Kerolin chutou forte para deixar o placar em 4 a 1. 


Com a seleção goleando, a torcida começou a pedir pela entrada de Formiga. Na metade do segundo tempo, a arquibancada começou a gritar "Formiga, cadê você? Eu vim aqui só para te ver!" e foi prontamente atendida. Antes dela entrar, Geyse marcou aos 30 após bate rebate na área. 


A homenageada entrou no lugar de Debinha e recebeu a braçadeira de capitã. Ela participou da jogada do sexto gol, quando finalizou e a goleira defendeu, dando rebote para Ary marcar mais uma vez. Aos 47, Formiga acabou chutando a bola em cima da goleira e no último lance quase marcou de cobertura. Assim que a partida foi encerrada, ela foi aplaudida por jogadoras brasileiras e indianas.


Foto: Thaís Magalhães/CBF

Nenhum comentário:

Postar um comentário