Zhang Boheng é campeão mundial no individual geral; Caio Souza fica em 13º lugar - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Zhang Boheng é campeão mundial no individual geral; Caio Souza fica em 13º lugar

Compartilhe

Dando a volta por cima, Zhang Boheng venceu o individual geral no Campeonato Mundial de Ginástica Artística disputa em Kitakyushu, no Japão. O ginasta havia vencido a seletiva chinesa em julho, mas não foi convocado para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Hashimoto Daiki do Japão levou a prata e Ilia Kovtun da Ucrânia ficou com a medalha de bronze. O brasileiro Caio Souza ficou boa parte da competição na zona do pódio, mas terminou em décimo terceiro após uma queda no cavalo com alças.

O grupo principal começou no solo. Zhang, com a série mais difícil da final, começou na liderança, superando Hashimoto Daiki por apenas 0.05. Já Caio Souza iniciou nas argolas, onde fez uma série bem executada para 13.966 pontos. 

Na rotação seguinte, os dois líderes sofreram quedas no cavalo com alças, com Hashimoto conseguindo 14.166 e Zhang com 13.766. O japonês seguiu na liderança, enquanto o chinês caiu para a quarta colocação. Caio fez um ótimo salto, um Kasamatsu com dupla pirueta, que recebeu 14.633 pontos (9.033 de execução), terminando a segunda rotação em terceiro lugar.

Caio Souza assumiu a liderança após a terceira rotação, com uma boa apresentação nas barras paralelas, recebendo 14.566 pontos. Competindo nas argolas, Hashimoto conseguiu 13.966, melhorando em seis décimos a sua nota da qualificação no que costuma ser seu pior aparelho. Zhang voltou para o top-3, após fazer uma boa apresentação conseguindo 14.600 pontos.

Caio Souza se apresentando nas barras paralelas nos Jogos Olímpicos - Foto:
Ricardo Bufolin/CBG
Na quarta rotação, o brasileiro competiu na barra fixa é fez uma rotina excelente. Caio melhorou oito décimos em relação a sua série da qualificação e conseguiu 14.000. No grupo principal, Zhang (14.866) e Hashimoto (14.800) competiram no salto, com o chinês retomando a liderança por menos de um décimo. 

Na sequência, Caio Souza competiu no solo. Ele fez uma boa apresentação, mas pisou fora do tablado duas vezes e foi penalizado, somando apenas 13.300 no aparelho. Indo para a última rotação, o brasileiro estava brigando pelo bronze com o ucraniano Ilia Kovtun e o turco Ahmet Onder.

Zhang fez uma apresentação excelente nas barras paralelas (15.366), indo para a última rotação com 0.3 de vantagem para Hashimoto. O chinês conseguiu 14.800, melhorando 0.634 em relação à qualificatória. Hashimoto fez uma apresentação excelente, tirando 15.133. O japonês não cravou a saída, o que fez a diferença, com Zhang Boheng levando o título por apenas 0.017 pontos

O bronze acabou ficando com Ilia Kovtun, que fez uma boa apresentação na barra fixa, conseguindo 14.500 pontos, com 84.899 no total. Caio Souza acabou tendo uma queda no cavalo com alças e tirou apenas 12.200, terminando em 13º lugar com 82.665 pontos.


Classificação final:
1. Zhang Boheng (CHN) 87.981
2. Hashimoto Daiki (JPN) 87.964
3. Illia Kovtun (UKR) 84.899
4. Yul Moldauer (USA) 84.365
5. Ahmet Önder (TUR) 84.232
6. Shi Cong (CHN) 84.057
7. Joel Plata (ESP) 83.365
8. William Emard (CAN) 83.256
9. Joshua Nathan (GBR) 83.231
10. Nestor Abad (ESP) 82.731
11. Adem Asil (TUR) 82.699
12. Henji Mboyo (SUI) 82.691
13. Caio Souza (BRA) 82.665
14. Krisztofer Meszaros (HUN) 81.581
15. Robert Tvorogal (LTU) 81.540
16. Luka van den Keybus (BEL) 81.265
17. Nikita Ignatyev (RUS) 80.647
18. Robert Kirmes (FIN) 79.797
19. Nikolaos Iliopoulos (GRE) 79.739
20. Noah Kuavita (BEL) 79.598
21. Sofus Heggemsnes (NOR) 79.299
22. Oskar Kirmes (FIN) 78.231
23. Eyal Indig (ISR) 76.264
24. Alexander Benda (AUT) 74.165
Foto de capa: Shen Bohan/Xinhua

Nenhum comentário:

Postar um comentário