Rebeca Andrade é campeã mundial no salto sobre a mesa e vice nas assimétricas - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Rebeca Andrade é campeã mundial no salto sobre a mesa e vice nas assimétricas

Compartilhe

Novamente só deu ela! Rebeca Andrade conquistou a medalha de ouro no salto sobre a mesa no Mundial de Ginástica Artística, disputado em Kitakyushu no Japão. Com isso, ela se torna a segunda brasileira campeã mundial na modalidade (a primeira foi Daiane dos Santos em 2003). Rebeca ainda disputou a final das barras assimétricas, conquistando a medalha de prata.

Rebeca foi a segunda atleta a se apresentar. A brasileira começou com um Cheng (Yurchenko com meia volta, seguido de mortal para frente com uma pirueta e meia) cravado, conseguindo 15.133 pontos. Na sequência, um Yurchenko com dupla pirueta, que recebeu nota 14.800. Na média, Rebeca Andrade terminou com 14.966 pontos.



A brasileira aguardou o resto da competição, onde nenhuma outra ginasta conseguiu chegar perto, com a maioria fazendo combinações de saltos com grau menor de dificuldade. Elisabeth Geurts dos Países Baixos tinha a combinação mais difícil de saltos, entre as adversárias de Rebeca. Mas a neerlandesa acabou caindo na sua reversão para frente com pirueta, terminando em oitavo lugar.

Asia D'Amato da Itália ficou com a medalha de prata. A ginasta tirou 14.133 no seu Yurchenko com dupla pirueta e 14.033 no Lopez (Yurchenko com meia volta, seguido de mortal para frente com meia pirueta), terminando com média 14.083.

A russa Angelina Melnikova ficou com a medalha de bronze. A ginasta fez os mesmos saltos de D'Amato, mas teve seu Lopez rebaixado para um Podkopayeva, o salto equivalente, mas na posição carpada, perdendo 0.4 de dificuldade. Foram 13.966 de média para a russa.

Classificação final - salto sobre a mesa feminino:
1. Rebeca Andrade (BRA) 14.966
2. Asia D’Amato (ITA) 14.083
3. Angelina Melnikova (RUS) 13.966
4. Nancy Taman (EGY)13.733
5. Csenge Bacskay (HUN) 13.733
6. Ofir Netzer (ISR) 13.616
7. Natalia Escalera (MEX) 13.483
8. Elisabeth Geurts (NED) 13.349

Algumas horas depois, Rebeca Andrade conquistou mais uma medalha, a prata nas barras assimétricas. Ela teve a melhor execução da final, mas perdeu quatro décimos na nota de dificuldade, após perder duas conexões, recebendo 14.633 pontos. 



A medalha de ouro ficou com Wei Xiaoyuan da China que repetiu o desempenho da qualificação e tirou 14.733. Luo Rui, também da China, terminou na terceira colocação. Rui teve a mesma pontuação de Rebeca, mas ficou atrás no desempate, que é a nota de execução (8.733 x 8.433).

Classificação final - barras assimétricas:
1. Wei Xiaoyuan (CHN) 14.733
2. Rebeca Andrade (BRA) 14.633
3. Luo Rui (CHN) 14.633
4. Angelina Melnikova (RUS) 14.533
5. Zsofia Kovacs (HUN) 14.466
6. Elisa Iorio (ITA) 14.400
7. Vladislava Urazova (RUS) 14.400
8. Filipa Martins (POR) 14.066

Na final do solo, deu Itália. Nicola Bartolini foi logo o primeiro a competir e fez uma série limpa, com poucos erros de execução, conseguindo 14.800 pontos. O japonês Minami Kazuki ficou com a prata com 14.766 e o finlandês Emil Soravuo levou a medalha de bronze com 14.700. 



O filipino Carlos Yulo, campeão em 2019, era o favorito na final, mas teve um desequilíbrio após uma sequência de piruetas (tripla e meia de costas, seguida de meia pirueta para frente) e acabou pisando fora da área de competição para evitar uma queda. Com isso, Yulo terminou no quinto lugar, apesar de ter a nota de dificuldade mais alta da final.

Classificação final - solo masculino:

1. Nicola Bartolini (ITA) 14.800
2. Minami Kazuki (JPN) 14.766
3. Emil Soravuo (FIN) 14.700
4. Ryu Sunghyun (KOR) 14.600
5. Carlos Yulo (PHI) 14.566
6. Kaya Kazuma (JPN) 14.533
7. Milad Karimi (KAZ) 14.333
8. Hayden Skinner (GBR) 14.100

Stephen Nedoroscik venceu a final do cavalo com alças. O ginasta dos Estados Unidos não teve grandes erros na sua apresentação e conquistou o ouro com 15.233 pontos. Completaram o pódio, o chinês Weng Hao e o japonês Kaya Kazuma. Ambos tiraram 14.900, com as mesmas notas de dificuldade e execução e dividiram a medalha de prata.



Classificação final - cavalo com alças:

1. Stephen Nedoroscik (USA) 15.266
2. Weng Hao (CHN) 14.900
2. Kaya Kazuma (JPN) 14.900
4. Nariman Kurbanov (KAZ) 14.766
5. Alec Yoder (USA) 14.766
6. Joshua Nathan (GBR) 14.733
7. Filip Ude (CRO) 13.833
8. Harutyun Merdinyan (ARM) 13.400

A China conquistou mais um ouro nas argolas. Lan Xingyu fez a melhor apresentação da final e conseguiu 15.200 pontos. A Itália fez uma dobradinha com Marco Lodadio levando a prata (14.866) e Salvatore Maresca com o bronze (14.833). O russo Grigorii Klimentev empatou com Maresca e também levou um bronze para casa.

Classificação final - argolas:

1. Lan Xingyu (CHN) 15.200
2. Marco Lodadio (ITA) 14.866
3. Salvatore Maresca (ITA) 14.833
3. Grigoriy Klimentev (RUS) 14.833
5. Vinzenz Höck (AUT) 14.733
6. Ibrahim Colak (TUR) 14.666
7. William Emard (CAN) 14.533
8. Courtney Tulloch (GBR) 14.200

Foto: Ricardo Bufolin/CBG

Nenhum comentário:

Postar um comentário